Sobre o DVD com audiodescrição da Turma da Mônica.

26/03/2011 - Rosângela Gera.

Gostaria de compartilhar com o Maurício de Sousa e sua Equipe de Produção a grande alegria de ver a minha filha Laura, cega, de 8 anos, junto com suas amigas assistir ao DVD da turma da Mônica com audiodescrição.

Realizei em casa uma sessão de cinema com pipoca e guaraná, convidei as amigas, pus o DVD e fiquei observando. As meninas estavam concentradas, se divertiram, e junto com elas, ao mesmo tempo, a Laura rindo, acompanhando com satisfação o que estava se passando. E tudo isso sem a angústia de ter que imaginar os espaços que sempre ficam faltando serem preenchidos se não há alguém por perto para explicar, um ruído, um silêncio, uma expressão de susto, um grito, uma nova voz que aparece, enfim, coisas que só quem assiste sem ver pode entender.

Parabéns a equipe pela iniciativa. Recebam esse depoimento como o maior ganho que poderiam receber por esse feito, certamente ele representa a satisfação de todas as crianças cegas e suas famílias que puderam ter acesso a esse trabalho.

Espero que não se justifiquem mais a partir dessa produção, outras sem o mesmo recurso. Que outras produções tenham essa como exemplo, e que o direito de crianças cegas e surdas terem esse tipo de entretenimento acessível seja cada vez mais respeitado.

Desejo que a partir dessas iniciativas seja cada vez mais feio, mais antiético e sem valor, filmes, livros, peças de teatro sem acessibilidade.

Parabéns a todos vocês por estarem contribuindo com a audiodescrição no Brasil.