Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, quinta-feira, 30 de outubro de 2014 - 16:09.

 

Conteúdo principal.

domingo, 20 de maio de 2012.

Hasta la Vista: Seção de Cinema com Audiodescrição.

Um filme de Geoffrey Enthoven. Prêmio do Público – Festival de Montreal – 2011.

Data: 26 de maio.
Horário: 17:00 horas.
Local: Reserva Cultural – Av. Paulista, 900, São Paulo – SP.

Sinopse:

o filme foi inspirado em uma história real, a de Asta Philpot, um americano com doença congênita que criou uma associação que visa ajudar as pessoas com deficiência física a terem uma vida sexual ativa e satisfatória. Três jovens de 20 anos amam beber vinho e paquerar as mulheres, mas ainda são virgens. Sob o pretexto de conhecer as vinícolas espanholas, eles embarcam em uma viagem com um objetivo definido: perder a virgindade. E nada os impedirá, nem mesmo suas deficiências: um deles tem baixa visão, o outro é paraplégico e o terceiro é tetraplégico.

25 de maio nos cinemas. Seção com audiodescrição somente dia 26 de maio.

Descrição do flyer.

o flyer é dividido em duas partes: uma amarela, onde está anunciada com letras vermelhas a sessão com audiodescrição e o nome do filme; e outra branca com data, local e sinopse do filme, escritos com letras pretas e vermelhas. Bem no meio, o flyer é ilustrado por desenho de parte do corpo cheio de curvas de uma mulher deitada de lado e de costas, mostrando apenas suas coxas, quadris, cintura e tronco, tendo ao fundo um coqueiro em preto. Ela usa uma calcinha de biquíni vermelho e sobre suas curvas, desenhos pequenos em preto de uma van com malas no bagageiro de teto e três jovens: um segurando uma bengala e dois em cadeiras de rodas. Na parte inferior uma faixa amarela com a data de exibição nos cinemas.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , , , , , , .
MAQ às 10:12.
Post visitado 24505 vezes, 185 foram hoje.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011.

Proseando sobre sexualidade com Leandro Portella.

Um bate papo informal entre Adriana Lage e Leandro Portella sobre a sexualidade dos lesados medulares e as dificuldades encontradas por tetraplégicos.

Adriana Lage.

Considero a internet uma das maiores invenções da humanidade. A quebra das fronteiras físicas e culturais nos permite viajar por mundos bem diversos, conhecer pessoas novas, ter contato com novas realidades e compartilhar conhecimentos. Como tudo nessa vida, é preciso um cadinho de maldade e atenção para separar coisas boas das ruins, assim como pessoas relevantes daquelas que não acrescentarão nada à nossa existência. Tem muito lixo por aí. Em uma dessas viagens virtuais tive o prazer de conhecer melhor o Leandro Portella. Já conhecia seu blog e era fã da sua história. Ele ministrará um curso sobre a Sexualidade dos Lesados Medulares no final do mês. Como considero esse assunto bem interessante e ainda pouco divulgado, nós dois resolvemos fazer uma parceria transformando nosso bate papo informal em informação.

Imagem: Logomarca do site Ser Lesado.Leandro é uma daquelas pessoas que mexem com a gente. Tem 30 anos, é tetraplégico, trabalha com vendas e é blogueiro. Impossível ser indiferente a esse exemplo de superação. Afinal, não é pra qualquer um ter sua vida modificada da noite pro dia e tirar dessa experiência uma lição de vida. Já imaginaram o quanto deve ser difícil ser ‘andante’ e, num piscar de olhos, mover apenas dos ombros pra cima? Mas não vou exagerar muito nos elogios para que o moço não fique muito convencido! Vamos ao bate papo:

Adriana Lage: Há quanto tempo é deficiente? Como se tornou deficiente?

Leandro Portella: Há 12 anos, tive uma lesão medular por mergulho em água rasa.

A.L.: Há quanto tempo escreve? De onde surgiu a ideia para criar o blog Ser Lesado?

L.P.: Desde 2009, sempre tive vontade de ajudar outros lesados e o Blog foi o meio mais rápido e acessível.

A.L.: Fabiano Puhlman, em seu livro Revolução Sexual sobre Rodas, aborda brilhantemente a questão do tornar-se deficiente. Normalmente, a pessoa passa por algumas fases até aceitar a situação e continuar vivendo de forma plena. Como foi esse seu período de transição?

L.P.: Geralmente isso ocorre durante 1 ano, mas por ter uma lesão alta, foram 2 anos de luta e adaptação.

A.L.: Você tem comprometimento motor na C3. O que isso significa na prática? Quais suas principais limitações?

L.P.: Sou tetraplégico completo, só movimento dos ombros para cima e sou dependente do respirador para dormir! As dificuldades são inúmeras, mas ser dependente é o mais difícil.

A.L.: Quem te ajuda nas atividades do dia a dia? Possui cuidador? Se sim, quanto gasta com ele?

L.P.: Família e cuidador. O custo é alto e varia dependendo da cidade e do número de horas trabalhadas. Há 4 meses estou com Home Care pago pelo Estado. O processo demorou 1 ano. Quem se interessar eu passo o contato do advogado.

A.L.: As tecnologias assistivas têm facilitado bastante a vida das pessoas com deficiência. Quais delas você utiliza?

L.P.: Uso um comando de voz gratuito que se chama MOTRIX. Ele me dá total autonomia para utilizar o computador.

A.L.: Como as pessoas lidam com sua deficiência? Sofre preconceito? Se sim, cite alguns exemplos.

L.P.: Nunca sofri preconceito, acho que também pela minha postura diante a deficiência!

A.L.: Muitas pessoas desconhecem as limitações de um tetraplégico. Por exemplo, tem muita gente que pensa que todo cadeirante tem força nos braços. Eu mesma não imaginei que você digitava com a boca! Quais dicas você daria para as pessoas interagirem com um tetra que não mexe os braços, já que a falta de conhecimento leva ao preconceito?

L.P.: Apenas respeitar o limite do outro e na duvida é só perguntar para o Tetra!

A.L.: Sabemos que quando se trata de lesão medular, cada caso é um caso. Vivemos em uma sociedade machista na qual o poder fálico é bem valorizado. Os homens, independente da deficiência, morrem de medo de perder esse poder. Hoje em dia, temos várias técnicas que auxiliam os lesados medulares a recuperarem sua vida sexual. No final do mês, você ministrará, em Sorocaba/SP, um curso sobre a sexualidade dos lesados medulares. Poderia nos contar um pouquinho do que será visto no curso?

L.P.: O curso será dia 29/10/11 e abordará os temas: anatomia, aspectos clínicos e reabilitação da lesão medular, anatomia urogenital, cateterismo vesical, disfunção sexual, disfunção erétil e o depoimento da vida sexual de um tetraplégico. O curso terá certificado e valerá como hora extra curricular.

A.L.: Já que citou o cateterismo vesical, do que se trata? Como você lida com isso?

L.P.: É a passagem de sonda para esvaziar a bexiga; procedimento importante antes de ter relação sexual. Já adaptado, lido bem!

A.L.: Você enfrenta preconceitos para arrumar uma parceira? Como lida com sua sexualidade? É possível sentir/dar prazer?

L.P.: Algumas mulheres têm receio, medo, talvez por falta de informação. Lido super bem: aprendi a sentir prazer. É diferente, mas muito bom!

A.L.: Há um tempo atrás, quando voltei a acreditar em contos de fadas e estava me relacionando com um tetra C5, pesquisei sobre a viabilidade das relações sexuais entre pessoas com grande comprometimento físico. Pode ser um pouquinho mais complicado, mas querendo, pra tudo se dá um jeito. Afinal, não dizem por aí que nossa região mais erógena é o cérebro? Tudo passa por ele: tesão, amor, orgasmo… Quais posições sexuais você indicaria para alguém que deseja se relacionar com um tetra?

L.P.: Para o homem tetraplégico, não dá para variar muito: sempre com a parceira por cima. Em breve saberei novas, pois comprei o livro “Silla Sutra”…(risos)

A.L.: Homens com lesão medular podem ter filhos? É possível ter ereção? É possível controlá-la?

L.P.: É possível sim. Tenho ereção reflexa (que é dependente do estimulo tátil) e a ereção involuntária (que não controlo). Filho também é possível, mas como não ejaculo, precisarei de uma orientação médica para fazer a coleta do esperma. A ereção não controlo, porém a sintonia com parceira faz a relação ficar satisfatória “demais da conta” para ambos.

A.L.: Qual a primeira coisa que vem à sua cabeça quando pensa em:

A.L.: deficiência.
L.P.: Superação.

A.L.: sexo.
L.P.: cumplicidade.

A.L.: preconceito.
L.P.: inaceitável.

A.L.: Não é fácil ser deficiente em nosso país. Imagine então ser tetraplégico C3. Leandro, você é um grande exemplo para nós. Uma das características que mais admiro em você é sua disposição para o trabalho. Seu blog, com certeza, ajuda muitas outras pessoas com deficiência. Disseminando o conhecimento, você contribui de forma proativa para a minimização dos preconceitos. Qual mensagem deixaria para os leitores?

L.P.: Acho que essa frase diz tudo que penso: “Quando sua realidade muda, seus sonhos não precisam mudar.” (Johnnie Walker).

O curso a ser ministrado pelo Leandro será de grande valia para lesados medulares e seus pares. É sempre bom relembrar que conhecimento não ocupa espaço e, além de tudo, serve para quebrar preconceitos. Conversando com Leandro, podemos notar que a deficiência nunca é impedimento para uma vida sexual ativa e saudável. Pra tudo se dá um jeitinho. E isso vale para homens e mulheres.

Desejo ao Leandro, boa sorte no curso, muita saúde e força pra continuar brilhando por aí. Não se esqueça que me deve um conto e um autógrafo! E mais, não deixe de compartilhar com seus leitores as novidades e resultados do curso.

As inscrições para o curso Lesão Medular: Reabilitação e Sexualidade podem ser feitas no endereço: http://serlesado.com.br/?p=2990Site Externo. . Não deixem de conferir várias matérias legais no blog Ser Lesado (www.serlesado.com.brSite Externo.).

E não é só isso: quem curtir o blog Ser Lesado no facebookSite Externo. concorrerá a uma camiseta!

Fonte: Rede SACISite Externo.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Entrevistas.
Assuntos:  , , , , .
MAQ às 12:25.
Post visitado 20463 vezes, 2 foram hoje.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010.

Festa no Ibirapuera marca dia mundial da Saúde Sexual.

O evento realizado em 22 países, simultaneamente, levanta a discussão da sexualidade como fundamental para a saúde humana.

Palestras, rock, gafieira e Música Popular Brasileira marcam o Dia Mundial da Saúde Sexual, na marquise do Parque do Ibirapuera, no sábado (04/09), das 9 às 16h30. Esta é a primeira vez que o Brasil se integra a esta corrente mundial promovida pela Associação Mundial para a Saúde Sexual (World Association for Sexual Health) que há 30 anos possibilita o encontro de especialistas e interessados em debater o tema ainda considerado por muitos, um tabu.

Durante todo o dia pessoas de todo o mundo estarão trocando conhecimento, ideias e experiências como forma de aprimorar as discussões em defesa de mudanças na política pública, para reconhecer a saúde e direitos sexuais, como ingredientes essenciais na saúde geral.

Na capital paulista a organização do Dia Mundial da Saúde Sexual está sob a responsabilidade do Centro de Estudos e Pesquisas em Comportamento e Sexualidade (CEPCoS). Para o psicólogo e especialista em saúde sexual Ralmer Rigoletto, presidente do CEPCoS, o evento garantirá maior compreensão sobre os números alarmantes de violência sexual contra mulheres, pessoas com deficiência, homofobia, questões de saúde sexual, diversidade sexual, educação sexual, entre outros assuntos pouco discutidos. “Precisamos entender que é necessário ampliar o debate e compreender, acima de tudo, que o prazer é necessário”, ressalta.

Além da capital paulista, Porto Alegre e Rio de Janeiro também realizarão as atividades. Outros países também vão se unir com único objetivo: incentivar a saúde e os direitos sexuais. São eles: África do Sul, Argentina, Austrália, Canadá, Espanha, Estados Unidos, França, Guatemala, Grécia, Holanda, Inglaterra, Islândia, Itália, Japão, México, Nigéria, Noruega, Portugal, Quênia, Suécia, Venezuela e Porto Rico.

Serviço.

Data| 04 de Setembro de 2010
Assunto| Dia Mundial da Saúde Sexual
Local| Marquise do Parque Ibirapuera
Endereço| Av. Pedro Álvares Cabral – Moema
Horário| das 9h às 18h00.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Próximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Brasil, 23 de setembro de 2014. A Campanha Nacional pelo Direito à Educação e as entidades que compõem o Comitê Técnico da Semana de Ação Mundial 2014: Direito à Educação Inclusiva – por uma escola e um mundo para todos defendem que para construir um sistema de educação inclusivo, o Estado Brasileiro deve: Garantir o […]

 

OBJETIVO GERAL – Realizar o Evento I ENADES – Encontro Nacional de Audiodescrição em Estudo: Uma Programação Cultural-Científica para suas Férias. OBJETIVOS ESPECÍFICOS – Dar a conhecer o que é Audiodescrição, divulgar sua aplicabilidade e sua potencialidade na educação, no trabalho e no lazer, como recurso de acessibilidade comunicacional para as pessoas com deficiência, principalmente […]

 

Agência FAPESP – A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) sedia, entre os dias 28 e 30 de outubro, o Fórum Internacional de Inovação em Tecnologia Assistiva, Esporte e Saúde. O objetivo do evento é pensar em caminhos efetivos para a viabilização da inovação no esporte e na saúde e para a acessibilidade de pessoas […]

 

Audiodescrição, interpretação em LIBRAS e legendas nas peças em cartaz em 2014 no Oi Futuro ( Flamengo, Ipanema e Belo Horizonte). Próximo espetáculo do projeto Teatro Acessível: “A CONFERÊNCIA DOS PÁSSAROS” Dramaturgia e direção de Mauricio Grecco com Carolina Kasting, Carmen Frenzel, Julia Lund e Patrick Sampaio. 11 de outubro – sábado. Local: OI FUTURO […]

 

Marcos Venâncio Machado, no A Tarde. No mundo dos kindles e tablets, deficientes visuais estão em desvantagem. Mas uma nova ferramenta, ainda em fase de protótipo, permite ao usuário digitalizar uma linha de texto com o dedo e em seguida ouvir o áudio das frases reconhecidas. A engenhoca foi desenvolvida pelo grupo Fluid Interfaces (Interfaces […]

 

A fiscalização de pessoas com deficiência no mercado de trabalho será intensificada em 2015. O Ministério do Trabalho e Emprego – MTE vai implantar a fiscalização da substituição do empregado com deficiência ou reabilitado demitido sem a contratação previa de um substituto em condições semelhantes. De acordo com a Auditora-fiscal do Trabalho, Fernanda Maria Pessoa […]

 

Com investimento de R$ 2,7 milhões, iniciativa faz parte do edital do Ministério da Cultura para garantir maior acesso à cultura. Biblioteca Pública da Bahia está na lista das contempladas por iniciativa do MinC. Até abril de 2015, dez bibliotecas públicas no país ganharão qualificação profissional, melhorias no acervo e novas tecnologias para que sejam […]

 

O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira portaria do Ministério das Comunicações que obrigava as emissoras de televisão a disponibilizar, em até 11 anos, a audiodescrição em toda a programação de TV. O mecanismo seria acionado pela tecla “sap” e facilitaria o acesso de deficientes visuais ao conteúdo televisivo, por meio de narrativa descrevendo […]

 

Projeto “Teatro para Sentir” começa nesta sexta (26), no Teatro Vila Velha. Até outubro, projeto irá contar com audiodescrição e tradução em libras. O Teatro Vila Velha, em Salvador, começa a exibir a partir desta sexta-feira (26) uma série de três espetáculos acessíveis para pessoas cegas, surdas e mudas. Elaborado pelo Coletivo Diveersa, que desenvolve […]

 

O terreno irregular das crateras da lua nas pontas dos dedos, a Ursa Maior na palma da mão, a textura do centro da Terra a apenas um toque e o céu ao alcance das mãos. Em Vitória, quem não pode enxergar o céu agora pode senti-lo. O Planetário de Vitória deu início nesta segunda-feira (22) […]

 

A Anatel recebe até 8 de outubro de 2014 comentários e sugestões da sociedade em relação a documento intitulado “Discussão Prévia com a Sociedade sobre Temas Relevantes para Construção do Regulamento Geral de Acessibilidade”. Tais contribuições serão relevantes para a elaboração do Regulamento Geral de Acessibilidade em Telecomunicações. Trata-se de iniciativa que busca permitir uma […]

 

O ingresso na escola é um grande momento para as famílias. Além do início do aprendizado, representa o convívio da criança em outro ambiente, com pessoas diferentes do seu cotidiano. No entanto, quando a criança possui algum tipo de deficiência, as famílias buscam – e nem sempre encontram – instituições capacitadas para fazer o ensino […]

 

Não há razão jurídica ou econômica para que pessoas com necessidades especiais sem dinheiro não tenham transporte aéreo gratuito. Assim decidiu o juiz da 25ª Vara Cível do Distrito Federal, ao determinar que a empresa aérea Avianca disponibilize uma vaga, em até dez dias, para que um homem faça seu tratamento médico em outro estado, […]

 

Rayder Bragon. Do UOL, em Belo Horizonte. O médico e professor Vanderlei Corradini Lima, 53 anos, é portador da esclerose lateral amiotrófica (ELA), com sintomas diagnosticados em 2010. Mesmo tendo que conviver com as extremas limitações físicas impostas pela enfermidade, ele reencontrou a felicidade de continuar na profissão ao ser convidado para ministrar aulas na […]

 

“Acessibilidade não é privilégio, é direito”, diz jornalista sobre audiodescrição na TV Folha. Desde março, a jornalista Melina Cardoso se prepara para colocar em prática o aprendizado sobre acessibilidade em peças audiovisuais. Na última terça-feira (9/9), a TV Folha exibiu a primeira reportagem dela com audiodescrição e legendas, tendo como personagem o radialista Alberto Pereira, […]

 

GISELLE FERREIRA. Num quarto vazio e repleto de angústia, um homem recebe um livro. Já há algumas gerações em sua família é sabido que o livro provoca cegueira em seu leitor à medida que este avança as páginas. Sozinho e entregue, Eduardo Moscovis, 46, é o homem sem nome e sem história que compartilha, em […]

 

O W3C Brasil e o Comitê Gestor da Internet no Brasil lançam a terceira edição do Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web – todos@web. O sucesso das edições anteriores foi a força impulsionadora para dar continuidade nessa ação de promover e premiar ações em favor da acessibilidade na web. A participação é muito mais do […]

 

Data: 15 e 17 de setembro de 2014. Local: Av. Marquês de São Vicente, 235, auditório do 1º. Subsolo. Barra Funda – São Paulo/SP. O evento é gratuito e aberto ao público. É possível fazer inscrição para o dia 15 ou 17 de setembro e, também, para ambos os dias. Inscrições no link: ejud2.trtsp.jus.br. Recursos de […]

 

A Anatel colocou à disposição da sociedade, para recebimento de comentários e sugestões, texto para discussão prévia sobre temas relevantes com vistas à construção do “Regulamento Geral de Acessibilidade”, por meio da Consulta Pública nº 31, de 21 de agosto de 2014. O texto completo e o resumido (com versão em libras e em áudio) do documento estão disponíveis na página […]

 

TVs por assinatura aumentam o número de programas com audiodescrição para se adequar à legislação. Uma demanda do segmento dos cegos e das pessoas com deficiência visual consumidoras de TV por assinatura começa a ser atendida pelas empresas operadoras do setor. Vários programas de TV que já eram transmitidos com audiodescrição (AD) pelo sinal aberto, […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. Hasta la Vista: Seção de Cinema com Audiodescrição. (185 visitas)
  2. O que é Inclusão Escolar? (86 visitas)
  3. Deficiente visual tem isenção de ICMS na aquisição de veículo zero quilômetro. (50 visitas)
  4. I Encontro Nacional de Audiodescrição em Estudo (49 visitas)
  5. Fórum Internacional de Inovação em Tecnologia Assistiva, Esporte e Saúde (49 visitas)
  6. CARTA ABERTA: O QUE O BRASIL DEVE FAZER PARA CONSTRUIR UM SISTEMA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA (44 visitas)
  7. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (36 visitas)
  8. Curso: Gestão de Ambientes Culturais Inclusivos. (24 visitas)
  9. Vestido de Homem-Aranha, bombeiro salva menino com autismo. (21 visitas)
  10. Marta Gil (19 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker