Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, sexta-feira, 30 de setembro de 2016 - 20:13.

 

Conteúdo principal.

sexta-feira, 18 de maio de 2012.

Milhões para cinema e TV, quanto para a acessibilidade?

Blog da Audiodescrição.

Fundo do Audiovisual: 145% a mais para cinema e TV.

RIO – Num ano de 2012 em que as bilheterias dos filmes brasileiros estão em queda e em que se cancelou o Festival de Paulínia, enfim uma boa notícia foi dada para o cinema nacional. O Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), que desde 2008 tem sido responsável pela maior parte dos investimentos públicos na produção de filmes e obras para TV, terá um aumento de 145% em 2012.

Na prática, para o espectador, isso vai significar uma maior oferta de conteúdo. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira, no auditório da Agência Nacional de Cinema (Ancine), o órgão que gerencia o FSA. Em 2011, o valor investido foi de R$ 84 milhões em quatro linhas de ação: produção de longas-metragens (Linha A), produção de obras para TV (B), distribuição de longas (C) e comercialização de longas (D).

Outra novidade no FSA é a mudança do agente financeiro que cuida do repasse dos recursos. A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) vai dar lugar ao BNDES e ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). “Vamos receber os projetos durante o ano e estamos estipulando um prazo de três meses para análise. Isso dará mais agilidade para o fundo”, explica Manoel Rangel, diretor-presidente da Ancine. “Sempre adotamos uma postura conservadora em relação ao Fundo Setorial do Audiovisual. Agora, achamos importante ter uma atitude mais agressiva”.

Até abril, de acordo com dados do portal de análise de mercado Filme B, as bilheterias dos filmes brasileiros tiveram uma queda de 67,4% no público e de 61,3% na renda em comparação ao mesmo período de 2011. Ciente do ano ruim, Manoel Rangel chegou a dizer durante a apresentação das novidades no FSA que outros investimentos devem ser anunciados no segundo semestre – há, por exemplo, uma expectativa que seja criada uma linha específica para uma fase anterior à produção, a de desenvolvimento de projetos.

Acredita-se que o possível anúncio do segundo semestre pode fazer o montante total do fundo se aproximar dos R$ 400 milhões.


Observação do Blogdaaudiodescricao: Recomendamos a leitura do artigo Acessibilidade será considerada pontuação para financiamento de projetos culturais. Nele, o governo diz que investiria em acessibilidade para os audiovisuais. A promessa será cumprida? Serão exigidas audiodescrição e legenda para esses financiamentos?
Fonte: O Globo, com informações do clipping da Abert.
Observação do MAQ, desse blog: audiodescrição e legendas são lei federal, capítulo 30 da Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência e decreto lei Nº 5296 e o governo está liberando todos esses milhões sem mencionar a acessibilidade para pessoas com deficiência. O próprio Governo dando mau exemplo e produzindo ilegalidades? Como podemos fazer que a acessibilidade seja obrigatória, os sujeitos nem conhecem os limites das leis, ou são eles que fazem as leis? Quem toma conta disso? Nós, sociedade, temos de brigar para não serem ilegais conosco?

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , , , , .
MAQ às 22:22.
Post visitado 22589 vezes, 8 foram hoje.

quarta-feira, 4 de abril de 2012.

Audiodescrição e Legendas Open Caption no Festival SESC Melhores Filmes 2012

O primeiro festival de cinema de São Paulo está em sua 38ª edição em 2012, premiando os melhores filmes de 2011. Os vencedores nas categorias de melhor filme, documentário, ator, atriz, direção, roteiro e fotografia para os filmes brasileiros e melhor filme, direção, ator e atriz para os filmes estrangeiros, eleitos por público e crítica, serão exibidos no mês de abril.

Logotipo Festival SESC Melhores Filmes 2012.

Todas as sessões do Festival no CineSESC terão audiodescrição e legendas open caption, produzidas pela Iguale Comunicação de Acessibilidade (www.iguale.com.brSite Externo.), proporcionando acesso com autonomia e inclusão sócio-cultural às pessoas com deficiência visual e auditiva.

Desde 2010 a programação do Festival também acontece em Unidades do SESC do interior de São Paulo, levando o melhor do cinema a 16 cidades e tornando-se um dos maiores festivais em alcance do país. Os vencedores serão conhecidos no dia 04 de abril.
Confira abaixo, a programação completa com todos os filmes, datas e horários das sessões. Escolha seus filmes e bom divertimento:

Dia 05/04 – quinta:
14h – Singularidades de uma Rapariga Loura.
17h – Capitães de Areia.
19h – A Árvore da Vida.
21h30 – Venus Negra.

Dia 06/04 – sexta:
14h – Homens e Deuses.
17h – Estamos Juntos.
19h – Trabalhar Cansa.
21h30 – Triângulo Amoroso.
23h – Bruna Surfistinha.

Dia 07/04 – sábado:
14h – O Discurso do Rei.
17h – Cisne Negro.
19h – Medianeiras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual.
21h30 – As Canções.
23h – A Pele que Habito.

Dia 08/04 – domingo:
11h – Rio (Cine Clubinho – dublado).
14h – O Mágico.
17h – O Filme dos Espíritos.
19h – Melancolia.
21h30 – O Palhaço.

Dia 09/04 – segunda:
14h – Rock Brasília – A Era do Ouro.
17h – O Filme dos Espíritos.
19h – Um Conto Chinês.
21h30 – A Última Estação.

Dia 10/04 – terça:
14h – Transeunte.
17h – Feliz que Minha Mãe Esteja Viva.
19h – Bruna Surfistinha.
21h30 – Bahêa Minha Vida – O Filme.

Dia 11/04 – quarta:
14h – Medianeiras: Buenos Aires na Era do Amor Virtual.
17h – Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano.
19h – Bróder.
21h30 – Cisne Negro.

Dia 12/04 – quinta:
14h – Triângulo Amoroso.
17h – Diário de uma Busca.
19h – A Pele que Habito.
21h30 – O Palhaço.

Dia 13/04 – sexta:
14h – Rock Brasília – A Era do Ouro.
17h – Trabalhar Cansa.
19h – Tio Boonmee Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas.
21h30 – Melancolia.

Dia 14/04 – sábado:
14h – O Palhaço.
17h – Bróder.
19h – Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II.
21h30 – Vênus Negra.

Dia 15/04 – domingo:
11h – Os Muppets – O Filme (Cine Clubinho – dublado).
14h – Lola.
17h – Cópia Fiel.
19h – As Canções.
21h30 – Meia Noite em Paris.

Dia 16/04 – segunda:
14h – Riscado.
17h – Trabalhar Cansa.
19h – Capitães da Areia.
21h30 – Saturno em Oposição.

Dia 17/04 – terça:
14h – Cópia Fiel.
17h – O Mágico.
19h – Homens e Deuses.
21h30 – A Pele que Habito.

Dia 18/04 – quarta:
14h – Estamos Juntos.
17h – Diário de uma Busca.
19h – O Garoto da Bicicleta.
21h30 – A Árvore da Vida.

Dia 19/04 – quinta:
14h – Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II.
17h – Belair.
19h – Transeunte.
21h30 – O Discurso do Rei.

Dia 20/04 – sexta:
14h – Bahêa Minha Vida – O Filme.
17h – Filhos de João – Admirável Mundo Novo Baiano.
19h – Capitães da Areia.
21h30 – Um Conto Chinês.
23h – O Palhaço.

Dia 21/04 – sábado:
14h – Poesia.
17h – Singularidades de uma Rapariga Loura.
19h – Meia noite em Paris.
21h30 – Cisne Negro.

Dia 22/04 – domingo:
11h – Rei Leão 3D (Cine Clubinho – dublado).
14h – O Garoto da Bicicleta.
17h – Lola.
19h – Saturno em Oposição.
21h30 – A Árvore da Vida.

Dia 23/04 – segunda:
14h – Bahêa Minha Vida – O Filme.
17h – As Canções.
19h – Nana Caymmi em Rio Sonata.
21h30 – Melancolia.

Dia 24/04 – terça:
14h – Riscado.
17h – Nana Caymmi em Rio Sonata.
19h – Bruna Surfistinha.
21h30 – Vênus Negra.

Dia 25/04 – quarta:
14h – O Filme dos Espíritos.
17h – Belair.
19h – Bróder.
21h30 – Poesia.

Dia 26/04 – quinta:
14h – Tio Boonmee Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas.
17h – Riscado.
19h – Feliz que Minha Mãe Esteja Viva.
21h30 – A Última Estação.

Dias 27 e 28 de abril não haverá sessões do Festival.
Dia 29/04 – domingo:
11h – Um Gato em Paris (Cine Clubinho – dublado).

Consulte classificação indicativa dos filmes em: www.sescsp.org.br/melhoresfilmesSite Externo..

Serviço:
CineSESC.
Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo.
(próximo ao metro Consolação / três quadras da Av. Paulista).
Informações pelo site ou pelo telefone (11) 3087-0500.
Todas as sessões terão os mesmos valores de ingresso:
R$ 4,00 (público em geral); R$ 2,00 (usuários com cartão de matrícula SESC, estudantes, terceira idade, professores da rede pública) e grátis (comerciários e dependentes).

Divulguem e prestigiem!

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos,Notícias.
Assuntos:  , , , , , , , , , .
MAQ às 10:44.
Post visitado 20616 vezes, 8 foram hoje.

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012.

Teatro Carlos Gomes estreia projeto de inclusão.

Teatro Carlos Gomes estreia projeto de inclusão de pessoas com deficiência visual e auditiva.

Com patrocínio da Petrobras, o teatro será o único do Brasil a contar com recursos de audiodescrição, interpretação em LIBRAS e legendagem em todas as peças em cartaz em 2012

A partir do dia 4 de março, todas as peças em cartaz no Teatro Municipal Carlos Gomes (Rio de Janeiro), na temporada de 2012, vão contar com recursos para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência visual e auditiva. O projeto, da Lavoro Produções, é patrocinado pela Petrobras, em parceria com a Prefeitura do Rio, e prevê sessões inclusivas aos domingos, duas vezes por mês, durante todo o ano.

Na estreia do serviço, no dia 4 de março, o público poderá conferir a peça “As Mimosas da Praça Tiradentes” com recursos de audiodescrição, interpretação em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) e legendas, como as que são utilizadas pelos canais de televisão em Closed Caption. As sessões inclusivas dos espetáculos serão sempre nos primeiros e terceiros domingos do mês.

O Teatro Municipal Carlos Gomes, que é um dos mais importantes do Rio de Janeiro, será o único do país a oferecer o serviço de acessibilidade total ao público de suas peças. O objetivo é incluir as pessoas com deficiência visual – cegos e pessoas com baixa visão – além de pessoas com deficiência intelectual, autistas, disléxicos e com síndrome de Down, por meio da audiodescrição; e de pessoas surdas ou com deficiência auditiva, por meio da Língua Brasileira de Sinais e do serviço de Legendagem.

O recurso da audiodescrição consiste na descrição objetiva de todas as informações visuais contidas nas cenas do espetáculo teatral, como expressões faciais e corporais, ações dos personagens, detalhes do ambiente, figurino, efeitos especiais, mudanças de tempo e espaço, além da leitura de informações escritas em cenários ou adereços. Para completar a acessibilidade para as pessoas com deficiência visual, o programa da peça terá versão em Braille. A interpretação em LIBRAS é a tradução para a Língua Brasileira de Sinais de todos os diálogos, músicas e informações sonoras importantes da peça teatral. A legendagem também contém todos os diálogos, músicas e informações sonoras do espetáculo, e é utilizada pelas pessoas com deficiência auditiva que não usam LIBRAS.

O projeto de acessibilidade não acarretará custos extras para os usuários dos recursos. Para assistir às peças, o público poderá usufruir do ingresso a preços populares, política já adotada pelos teatros da Rede Municipal do Rio de Janeiro, que inclui o Teatro Municipal Carlos Gomes.

As Mimosas da Praça Tiradentes.

Um grupo de transformistas ensaia um show para arrecadar fundos em prol do Cabaré das Mimosas, ameaçado de fechar suas portas. Ao longo dos ensaios são reveladas as histórias das personagens e suas relações pessoais. Cada uma delas representa um período da Praça Tiradentes – são negros, ciganos, vedetes, dançarinas de gafieira, a corte portuguesa e os estrangeiros que ao longo do tempo ajudaram a construir a identidade desta região. Alternando números musicais com cenas dramáticas, o espetáculo cria um mosaico de acontecimentos e fatos que mostra a importância e a razão pela qual a Praça Tiradentes foi considerada uma das regiões mais tradicionais do Rio de Janeiro, sendo conhecida, por muito tempo, como a Broadway brasileira. Texto de Gustavo Gasparini e Sérgio Módena. Com Cláudio Tovar, Marya Bravo, Gustavo Gasparini, Milton Filho, Jonas Hammar e César Augusto.

Sobre a Lavoro Produções.
A Lavoro Produções é uma empresa pioneira na criação de projetos culturais com acessibilidade, que se tornou uma referência entre as instituições, grupos e pessoas com deficiência no Brasil e no mundo desde 2003, quando começou a realizar o Festival Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes dobre Deficiência. O projeto introduziu a acessibilidade em projetos culturais no Brasil.

Sobre o Teatro Municipal Carlos Gomes.
O Teatro Municipal Carlos Gomes tem uma trajetória que se confunde com a própria história do teatro brasileiro. Em 1904, o empresário do entretenimento Paschoal Segreto comprou o antigo Teatro Cassino Franco-Brésilien, fundado em 1872, e o renomeou Carlos Gomes. Em 1963, a classe teatral reagiu contra a tentativa de transformar o teatro em cinema, mas o espaço ficou abandonado. Em 1988, o teatro foi posto à venda. A Prefeitura do Rio comprou o teatro, realizou uma grande reforma e o transformou em um dos melhores teatros da cidade, em 1993. Hoje, além da sala principal, funciona no segundo andar o Salão Nobre Guarani, reservado para espetáculos musicais.

SERVIÇO: Acessibilidade no Teatro Carlos Gomes.
Peça: As Mimosas da Praça Tiradentes.
Dias: 04 e 18 de março, às 19h30.
Local: Teatro Municipal Carlos Gomes. Praça Tiradentes, 19, Centro.
Telefones: (21) 2224-3602 ou (21) 2215-0556.
Capacidade: 685 lugares.
Ingresso: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia).
Classificação etária: 12 anos.
Duração: 120 minutos.
Bilheteria: a partir das 11h (qui. e sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.).

Assessoria: Palavra Assessoria (21) 3204-3124.
Patricia Klingl patricia@palavraonline.com (21) 9811-8087.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (190 visitas)
  2. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (37 visitas)
  3. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (35 visitas)
  4. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (32 visitas)
  5. Futebol de 5 - Esporte Adaptado - Cegos. (31 visitas)
  6. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (30 visitas)
  7. Marta Gil (25 visitas)
  8. Acessibilidade e cidadania (24 visitas)
  9. Basquete em Cadeira de Rodas. (23 visitas)
  10. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (22 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker