Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, sábado, 01 de outubro de 2016 - 15:24.

 

Conteúdo principal.

domingo, 5 de setembro de 2010.

Cavalos ajudam no tratamento de pessoas com deficiência.

Secretaria de Comunicação do Governo do Pará.
Edna Nunes – Secom – 30/08/2010.

Desde 1993, a Polícia Militar do Pará mantém o Programa Equoterapia, dedicado à reabilitação e inclusão social de pessoas com deficiência. O programa desenvolve um método de desenvolvimento das funções psicomotoras, que tem como principal instrumento terapêutico o cavalo.

Especialistas afirmam que o cavalo é tridimensional e, ao montá-lo, a pessoa recebe todas as influências dos seus movimentos. Como resultado, terá uma gama de estímulos, semelhante a que uma pessoa realiza ao andar, o que leva à reeducação neuromuscular do praticante, estimulando a aprendizagem ou reaprendizagem da marcha.

“A reabilitação é global para uma pessoa que é tratada pelo método da equoterapia. Esse tratamento desenvolve os aspectos motores, sensoriais e cognitivos. Diante disso, estimula-se no paciente todos os seus potenciais, para aproximá-lo dos aspectos normais”, explica a terapeuta ocupacional e membro da equipe do programa Equoterapia da PM, Tatiana do Carmo. Desde abril de 1997 o método é reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina e Sociedade Brasileira de Reabilitação Física.

Origem – O programa Equoterapia iniciou na PM em 1993 pelo médico veterinário coronel Edson Brito Ladislau, o primeiro oficial do órgão de segurança a fazer o curso de equoterapia na Associação Nacional de Equoterapia.

O atual responsável pelo programa na PM, o médico veterinário tenente-coronel Cláudio Polaro, informa que, cerca de quatro anos depois, o coronel Ladislau decidiu levar o serviço para o Parque de Exposição do Entroncamento, sob a responsabilidade da Associação Paraense de Equoterapia, entidade fundada pelo oficial. “Mesmo com o projeto coordenado por uma entidade civil, a PM não deixou de executá-lo nas dependências do órgão”, informa o tenente-coronel Polaro.

A equipe técnica do programa é formada por vários profissionais, como fisioterapeuta, fonoaudiólogo, pedagoga, psicólogo, instrutor de equitação, guias e médico veterinário. Para que a pessoa seja inserida no Equoterapia, é preciso que ela passe por uma equipe médica e seja encaminhada sob o aval de um neurologista.

O tratamento é complementar ao que o paciente recebe nas unidades de saúde e, se não tiver nenhuma contra indicação, a pessoa é aceita no programa. A maior demanda para o tratamento é de pessoas vítimas de paralisia cerebral, mas pacientes com síndrome de Down e Autismo também estão na lista.

Paciente – Da lista de pacientes do Equoterapia faz parte Bruno Lins, de 25 anos, que, horas depois de nascer, foi dado pelos médicos como incapaz de sobreviver por causa de uma icterícia, que provocou paralisia cerebral, prejudicando a sua coordenação motora. A descrença dos profissionais de saúde que o atenderam à época foi tanta, ao ponto de levá-los a redigir um atestado de óbito, sob a alegação de que a criança, caso reagisse, ficaria impossibilitada de ouvir, falar e andar.

Hoje, para a mãe do rapaz, Socorro Alencar, essa história faz parte do passado, apesar dos obstáculos sociais, sobretudo, por viver com limitações. Bruno conseguiu seguir adiante e graduar-se no curso de recursos humanos e ingressar no curso de educação física, da Escola Superior Madre Celeste (Esmac). Além disso, ele faz parte da equipe de atletismo paraolímpico e do hipismo do programa de Equoterapia.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , .
MAQ às 11:08.
Post visitado 23422 vezes, 5 foram hoje.

terça-feira, 27 de julho de 2010.

ONCB Reforça em sua Assembleia, Necessidade de Luta e Mobilização em Defesa da Audiodescrição.

ONCB - Organização Nacional de Cegos do Brasil.

A implementação da audiodescrição em programas televisivos, preocupação que norteou muitas das ações da ONCB – Organização Nacional de Cegos do Brasil no ano de 2009, continuará na ordem do dia da entidade, para suas lutas em 2010.

A assembléia do dia 17 de julho aprovou deliberação que autoriza a entidade, através das suas consultorias, a empreender estudo e gestões para uma denúncia formal do governo brasileiro junto ao Comitê de Monitoramento da Convenção Sobre Direitos das Pessoas com Deficiência da Organização das Nações Unidas, pois já são mais de cinco anos de uma disputa burocrático jurídica que dificulta e impede o cumprimento do direito ao acesso à informação e à comunicação para milhares de pessoas com deficiência visual, no que toca aos conteúdos televisivos.

A audiodescrição já deveria ter sido implementada há pelo menos três anos, entretanto, o Minicom, atendendo a gestões dos proprietários da radiodifusão brasileira, vem adiando sistematicamente o cumprimento da medida. A última portaria, alterando o cronograma de implantação do recurso na televisão brasileira, foi publicada em 25 de março deste ano, dando pelo menos dez anos de prazo às empresas radiodifusoras para a readequação de suas metas de criação do serviço.

Para o presidente da ONCB, Moisés Bauer, há que se ter muita disposição de luta e cobrança sistemática da parte do segmento de pessoas com deficiência, a fim de que essa trajetória desfavorável possa ser modificada.

Fonte: ONCB NewsSite Externo.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , , , .
MAQ às 11:37.
Post visitado 21129 vezes, 4 foram hoje.

quarta-feira, 21 de julho de 2010.

MAM inaugura exposição com obras interativas e com recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência.

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) inaugurou nodia 1 de julho a exposição Ecológica, com curadoria de Felipe Chaimovich. A visitação, que começou dia 2 de julho, segue até dia 29 de agosto. Ecológica é uma exposição de arte contemporânea que apresenta propostas de artistas que discutem o conceito de ecologia. No discurso social e político atual, o termo ecologia sofre distorções, quando limitado à reflexões sobre a natureza e sua preservação. A exposição convida todos a reflexão sobre a ação do consumo na paisagem e sobre a vida no planeta.

A exposição Ecológica é quase toda composta por instalações, que são propostas artísticas que ocupam um espaço, compondo-o com diversos elementos artísticos ou objetos cotidianos. Muitas obras foram feitas para proporcionar a interação sensorial do visitante. Algumas têm odores específicos dos materiais empregados, outras podem ser tocadas, outras sentadas, outras andadas. Algumas com sons instigantes, umas para serem vistas e em algumas podemos jogar coisas.

A exposição conta com o recurso de audioguia, nele os visitantes poderão escutar a descrição e formas de interação com as propostas artísticas. Todos os orientadores de público e educadores do museu receberam treinamento especializado para receber visitantes com deficiência utilizando as técnicas de guia-vidente e linguagem descritiva.

Para saber mais entre em contato com a área de Acessibilidade do MAM:
Telefone: (11) 5085-1314
www.mam.org.br Site Externo.
E-mail:
daina_leyton@mam.org.br
ou
debora_coy@mam.org.br

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , , , , , , , .
MAQ às 18:12.
Post visitado 22615 vezes, 7 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (91 visitas)
  2. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (24 visitas)
  3. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (23 visitas)
  4. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (20 visitas)
  5. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (19 visitas)
  6. Deficiente visual tem isenção de ICMS na aquisição de veículo zero quilômetro. (18 visitas)
  7. Marta Gil (15 visitas)
  8. TST, CNJ e CSJT firmam compromisso para ampliar a acessibilidade ao PJe-JT (15 visitas)
  9. Teatro acessível da Escola de Gente. (14 visitas)
  10. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (14 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker