Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, terça-feira, 27 de setembro de 2016 - 13:44.

 

Conteúdo principal.

sábado, 3 de outubro de 2009.

Alunos de Altas Habilidades Homenageiam Brasília em Exposição.

Agência Brasília, com informações da Secretaria de Educação – 01/10/2009.Site Externo.

Personalidades e monumentos que compõem a história de Brasília estão representados na exposição “Brasília, postais e poesias”, numa homenagem aos 50 anos da Capital. A mostra integra trabalhos de artes plásticas e de literatura voltados para o contexto do aniversário de 50 anos da Capital, e estará aberta até 9 de outubro, no Espaço Cultural da Codevasf.

A mostra reúne trabalhos de jovens das salas de recursos para alunos com altas habilidades/superdotação, sediadas na Upis – Faculdades Integradas, por meio de convênio de cooperação técnica com a Secretaria de Educação, e no Centro de Ensino Médio Elefante Branco.

A exposição estará aberta até 9 de outubro, das 8h às 17h, no Espaço Cultura Codevasf , e reúne trabalhos de 32 alunos, com idade de 8 a 17 anos, em artes plásticas, além de poesias escritas por seis alunos.

A proposta de retratar Brasília por meio de desenhos e poesias surgiu em 2007, quando os alunos das salas de recursos questionaram a respeito da corrupção na política. “Começamos a debater o assunto e percebi que muitos não conheciam, de fato, Brasília”, diz a coordenadora Maria Zuleide Vieira de Sousa.

Os alunos da área de artes visuais visitaram os principais monumentos de Brasília e tiveram aulas no Instituto Histórico e Geográfico. Além disso, conversaram com pessoas que acompanharam os primeiros anos da capital do país. Com o conhecimento ampliado, os jovens revelaram, por meio de desenhos e versos, as diferentes faces de Brasília, desde a mais bela, com suas estruturas arquitetônicas modernas, até a mais crítica, reflexo da corrupção na política.

Salas de Recursos.

As salas de recursos são unidades do Núcleo de Atividades para Alunos com Altas Habilidades/Superdotação, subordinado à Gerência de Educação Especial da Secretaria de Educação do DF, e oferecem esse serviço em nove regionais de ensino no: Gama, Sobradinho, Planaltina, Guará, Taguatinga, Plano Piloto/Cruzeiro, Ceilândia, São Sebastião e Samambaia.

Ao perceberam sinais potenciais de altas habilidades/superdotação em aluno ou filho, para entrar em contato com Lênia Gonçalves ou Olzeni Leite Costa Ribeiro, pelo telefone 3901-3238 / naahsdf@gmail.com

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , .
MAQ às 18:09.
Post visitado 13700 vezes, 7 foram hoje.

terça-feira, 29 de setembro de 2009.

Seminário discute sistema de audiodescrição para pessoas com deficiência visual

Marcos Chagas
Repórter da Agência Brasil.Site Externo.

Brasília – A implantação definitiva de um sistema de audiodescrição nas televisões e cinemas do país é um dos temas do Seminário Brasileiro em Comemoração ao Bicentenário de Nascimento de Louis Braille, criador do alfabeto para cegos, que está sendo realizado em Brasília. O sistema permite ao portador de cegueira ou forte deficiência visual ter acesso a cenas de filmes ou telenovelas em que não há diálogo.

O primeiro vice-presidente da Organização Nacional dos Cegos do Brasil (Oncb), Moisés Bauer Luiz, disse que a implantação do sistema está previsto por ato governamental há três anos, mas não seguiu adiante por pressão das emissoras de televisão no Ministério das Comunicações, que teria cancelado a portaria que estabelecia o prazo até 2008 para que os veículos de comunicação se adequassem às normas.

“A adaptação das emissoras requer investimentos em novas tecnologias e recursos humanos. As emissoras abriram uma guerra contra nós, conseguiram suspender a portaria de vigência da obrigatoriedade, e o ministério abriu uma consulta pública para analisar a necessidade [da audiodescrição]”, disse Bauer.

O Ministério das Comunicações informou, por meio da assessoria de imprensa, que reabriu a consulta pública sobre a audiodescrição para que os deficientes visuais pudessem participar com sugestões.

Ainda segundo a assessoria, a consulta já havia vigorado, mas como o texto sobre o projeto estava no formato PDF, o leitor de tela que faz a conversão de texto para áudio, não conseguia fazer a leitura. Agora o texto está disponível em formato word no site do ministério e a consulta vai até o dia 28 de outubro.

O encontro promovido pela Oncb reúne 300 pessoas e 70 instituições na Câmara dos Deputados. Entidades internacionais também participam do seminário, uma recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU) para comemorar os 200 anos do sistema de leitura criado pelo francês Louis Braille, que era cego desde os 8 anos de idade.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

sábado, 29 de agosto de 2009.

Ministério das Comunicações Deve Reabrir Prazo para Deficientes Audiovisuais Participarem de Consulta pública.

Notícia do Superior Tribunal de Justiça – MS 14449 – 27/08/2009. Site Externo.

Decisão:

Ministério das Comunicações deve reabrir prazo para deficientes audiovisuais participarem de consulta pública.

O Ministério das Comunicações terá que disponibilizar, em seu portal na internet, de forma acessível às pessoas com deficiência visual, todos os documentos relativos à implementação, nas emissoras de televisão aberta brasileira, da audiodescrição, um recurso tecnológico que permite a inclusão de pessoas com deficiência visual junto ao público de produtos audiovisuais. A determinação é do ministro Hamilton Carvalhido, da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A decisão se deu no mandado de segurança impetrado pelo Conselho Nacional dos Centros de Vida Independente (CVI/Brasil) e outras entidades. Eles reclamam que o Ministério, ao abrir a consulta pública para a implantação do recurso, não garantiu o acesso a esse público, por ter publicado oito arquivos em PDF depois de terem sido digitalizados com imagens de cada página, os quais não têm como ser lidos pela tecnologia assistiva ou tecnologia de apoio denominada leitor de telas, “que, como o próprio nome diz, fala o que está escrito na tela dos computadores”. Dessa forma, alegam, os deficientes visuais não puderam enviar contribuições por não terem tido acesso aos documentos, alguns em outros idiomas.

Ainda segundo o CVI, o Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade) pediu ao Ministério que fossem tomadas medidas de modo a que os direitos desse público fossem respeitados, mas, até o momento, o pedido não foi atendido. As entidades requereram liminar para anular a consulta pública, desconsiderando-se todos os subsídios obtidos.

Ao apreciar a ação, o relator, ministro Hamilton Carvalhido, ressaltou que a Constituição tem como fundamentos a cidadania e a dignidade da pessoa humana e como objetivos fundamentais construir uma sociedade livre, justa e solidária e promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

O ministro também cita, entre outras normas, a Lei n. 7.853, de 1989, que dispõe sobre o apoio às pessoas portadoras de deficiência, sua integração social, além de dar outras providências, segundo a qual cabe ao Poder Público e seus órgãos “assegurar às pessoas portadoras de deficiência o pleno exercício de seus direitos básicos, inclusive dos direitos à educação, à saúde, ao trabalho, ao lazer, à previdência social, ao amparo à infância e à maternidade e de outros que, decorrentes da Constituição e das leis, propiciem seu bem-estar pessoal, social e econômico”.

Para o relator, estão demonstrados a plausibilidade jurídica do pedido e o perigo da demora, diante do término do prazo para a apresentação de sugestões. Assim, deferiu parcialmente a liminar requerida, para que o ministro das Comunicações “disponibilize no sítio eletrônico do Ministério todos os documentos de modo acessível aos portadores de deficiência visual, em modo texto e/ou áudio, em vernáculo, reabrindo, a partir desta data, o prazo de 45 dias para a apresentação das manifestações”. O ministro das Comunicações tem dez dias para prestar ao STJ as informações que julgar necessárias.

Notícia do Superior Tribunal de Justiça – MS 14449 – 27/08/2009. Site Externo.

Coordenadoria de Editoria e Imprensa
© 1996-2006 – Superior Tribunal de Justiça. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida se citada a fonte.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , .
MAQ às 20:37.
Post visitado 10842 vezes, 7 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (135 visitas)
  2. Basquete em Cadeira de Rodas. (31 visitas)
  3. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (29 visitas)
  4. Futebol de 5 - Esporte Adaptado - Cegos. (27 visitas)
  5. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (24 visitas)
  6. Casal cria ONG que incentiva adotar crianças com deficiência (24 visitas)
  7. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (23 visitas)
  8. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (22 visitas)
  9. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (21 visitas)
  10. Cego quer fazer Pornô. (21 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker