Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, sábado, 10 de dezembro de 2016 - 22:21.

 

Conteúdo principal.

domingo, 10 de janeiro de 2010.

Lei Publicada Hoje no Diário Oficial da Cidade Prevê um Levantamento Detalhado com Perfil Sócio-econômico de Pessoas com Deficiência na Capital Paulistana.

Revista Sentidos.Site Externo.

Perfil Sócio-econômico.

Foi sancionada nesta quarta-feira (6) pelo Prefeito Gilberto Kassab lei da vereadora Mara Gabrilli que cria o Programa Censo-Inclusão. O texto, publicado no Diário Oficial de hoje, prevê que a Prefeitura faça periodicamente um levantamento sócio-econômico da população com deficiência na cidade de São Paulo – hoje estimada em 1,5 milhão de pessoas. O objetivo é levantar informações detalhadas do segmento para que possam ser elaboradas políticas públicas específicas voltadas à inclusão destas pessoas.

“Quem é a pessoa com deficiência em São Paulo hoje? O dado estatístico ao qual temos acesso é o Censo IBGE, realizado por amostragem de dez em dez anos, de modo que não há um número confiável e atualizado sobre o qual trabalhar possamos com eficiência”, diz a autora do texto Mara Gabrilli.

O Instituto Ágora em Defesa do Eleitor e da Democracia, uma das mais importantes ONGs brasileiras de acompanhamento das atividades parlamentares, classificou o Censo-Inclusão como um dos 13 mais importantes Projetos de Lei que entraram na pauta da Câmara Municipal de São Paulo em 2009.

O relatório resultante do censo será chamado Cadastro-Inclusão, e deverá conter informações tais como informações quantitativas sobre os tipos e graus de deficiência encontrados e informações que contribuíam com a qualificação, quantificação e localização das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Finalizado o levantamento, as informações ficarão disponíveis para livre consulta no site da Prefeitura de São Paulo e na Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED).

Ao saber, por exemplo, qual a faixa de renda majoritária dos cerca de 1,5 milhão de pessoas com deficiência na capital, muitos fabricantes poderão alcançar um mercado a mais. “Atualmente a maioria das pessoas com deficiência não é bem-recebida pelo comércio da cidade em geral. Um levantamento como este pode jogar luz para este potencial público consumidor hoje praticamente ignorado”, diz a vereadora. Um exemplo trivial é uma loja de roupas que tenha um degrau, extinguindo automaticamente todos os cadeirantes que possam vir a se interessar por seus modelos. Outro exemplo, estrutural e mais importante, é que, com os novos números e dados, as instituições de ensino poderão dimensionar melhor seus espaços para receber este público.

O Censo-Inclusão, publicado sob número de lei 15.096, de 5 de janeiro de 2009, no Diário Oficial da Cidade desta quarta-feira (6) prevê que o levantamento seja feito a cada quatro anos, pela SMPED, que também se responsabilizará por fazer parcerias e convênios necessários para a realização do censo. Prevendo esta nova atribuição do órgão, a vereadora havia definido, no início de dezembro, a alocação de R$ 500 mil de suas emendas parlamentares à SMPED que poderão ser empregadas na realização do Censo-Inclusão.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , .
MAQ às 15:08.
Post visitado 15726 vezes, 7 foram hoje.

domingo, 27 de dezembro de 2009.

Cego quer fazer Pornô.

Experiência é o que não falta! Ele garante ter levado mais de 100 mulheres para a cama.

Jornal O Dia.

Rio – Deficiente visual, Júlio Rasek, 40 anos, é formado em marketing, massagista e craque na dança de salão. Mas ele tem um sonho que nada tem a ver com essas três especialidades e vai fazer de tudo para realizá-lo: ser o primeiro ator pornô cego do Brasil. E experiência no vuco-vuco é o que não falta. Pelas suas contas, Razek já levou mais de 100 mulheres para a cama.

“O importante é saber como fazer, e eu sei muito bem. O homem tem que saber estimular o seu brinquedo de armar”, diz Júlio, que garante ser bem-dotado, como exige a indústria pornô.

Nascido na Cidade de Deus com apenas 10% da visão – enxergava só vultos -, Rasek ficou completamente cego no dia 13 de outubro de 2005 por causa de um descolamento da retina. Da depressão que chegou a abatê-lo no início, não sobrou vestígio algum.

“Minha vida melhorou depois que fiquei cego, hoje tenho mais mulheres”, revela o candidato a ator pornô, que admite já ter falhado duas vezes na hora H, mas promete não decepcionar quando o diretor gritar ‘gravando’. “Vou fazer parecer real todas as vezes, e em todas vou fazer com vontade. Meu pai é austríaco e minha mãe, africana, tenho um tempero diferente no sangue”.

Razek está animado em abrir um novo campo de trabalho para os cegos e jura que não vai se abalar com as críticas: “O novo assusta, mas não tenho dúvida de que farei sucesso. A empresa que me contratar vai vender muitos filmes”. Já para os homens que não estão tendo muito sucesso com a mulherada, ele dá uma dica importante: “O sexo começa logo no primeiro beijo”.

Com ele, já rolou vuco-vuco no avião e no ônibus.

Se existem cegos que não gostam de receber ajuda para atravessar a rua ou pegar condução, esse não é o caso de Júlio Razek. “Conheci mulheres diversas vezes recebendo ajuda na rua”, diz o galanteador, que já trocou telefones com moças que deram uma mãozinha a ele no metrô e no ônibus.

Romântico, o aspirante a galã pornô perdeu a virgindade aos 13 anos e desde então teve diversas relações sexuais marcantes. “Todas foram especiais, mas lembro bem de quando fiquei com uma aeromoça no banheiro do avião”, revela Júlio, garantindo ter realizado sua grande fantasia.

Outro momento inesquecível para ele foi em uma viagem para a Região dos Lagos, onde o ônibus foi cenário de mais uma aventura sexual. Para Razek, vale tudo na hora do amor, menos brincar com a bengala. “Ela fica encostadinha na parede vendo tudo, mas não entra na brincadeira”, diverte-se.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias,Pessoas com Deficiência.
Assuntos:  , , , , , , , .
MAQ às 20:28.
Post visitado 49836 vezes, 3 foram hoje.

sábado, 19 de dezembro de 2009.

Filmes 10ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro.

CINESESC – Programação.

O CineSESC exibirá dentro da Retrospectiva do Cinema Brasileiro, três sessões de filmes com audiodescrição e legendas, para que o público com dificuldades auditivas e visuais, tenham acesso a recente produção brasileira, com a intenção de proporcionar a acessibilidade universal à todas as audiências.

Essa proposta da audiodescrição baseia-se na narração em tempo real da ação mostrada no filme, com informações concisas e detalhamento de cenas. Além da audiodescrição, haverá também o sistema de projeção de legendas, contemplando todas as informações sonoras da obra, específica para essas três sessões.

CINESESC – Programação – As sessões serão nos dias:

Sábado – dia 26/12 – 19h
– (84′) Um homem de moral – exibição com Audiodescrição e Legendas.

Domingo – dia 27/12 – 15h
– (105′) A mulher invisível – exibição com Audiodescrição e Legendas.

No mesmo dia – 17h.
– (109′) O contador de histórias – exibição com Audiodescrição e Legendas.

Audiodescrição e Legendas: Iguale Comunicação de Acessibilidade – www.iguale.com.brSite Externo.

Serviço:

10ª Retrospectiva do Cinema Brasileiro.
Cine SESC.
Rua Augusta, 2075 – São Paulo/SP.
Tel.: 11 . 3087.0500
Ingressos: R$ 4 (inteira), R$ 2 (meia-entrada) e R$ 1 (usuários do SESC)

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , , , , , , , , .
MAQ às 19:01.
Post visitado 18489 vezes, 9 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (94 visitas)
  2. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (55 visitas)
  3. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (41 visitas)
  4. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (39 visitas)
  5. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (37 visitas)
  6. Isenção de pedágio da Linha Amarela para idosos e pessoas com deficiência. (26 visitas)
  7. Oficina “De Olho no Braille” e Workshop de Livro Acessível/audiodescrição. (25 visitas)
  8. Tecnologia para ouvir (24 visitas)
  9. Pós-graduação em audiodescrição na UFJF (24 visitas)
  10. Teatro acessível da Escola de Gente. (24 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker