Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, quinta-feira, 08 de dezembro de 2016 - 16:14.

 

Conteúdo principal.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011.

UPA São Paulo – World Usability Day.

WUD São Paulo 2011 – da UPA São Paulo – Dia Internacional da Usabilidade.

Workshop – Acessibilidade nos grandes meios de comunicação.

Neste workshop, MAQ e Wellington vão apresentar páginas criadas com e sem acessibilidade para pessoas com deficiência e passar por pontos importantes para quem quer criar uma experiência inclusiva:


MAQ:
MAQ, ou Marco Antônio de Queiroz, é consultor especialista em acessibilidade digital, com 23 anos de experiência em programação de sistemas de informação no SERPRO (Serviço Federal de Processamento de Dados) e desenvolvedor de acessibilidade nas páginas da web desde o ano 2000.
Ministra cursos de acessibilidade Web para empresas e universidades: UNISYS, SERPRO, UNIRIO, Acesso Digital, Faculdade Cândido Mendes, Future Kids do Brasil, Porto Digital, CHESF, Prefeitura de Angra dos Reis.
Pessoa cega, difusora de acessibilidade e usabilidade para pessoas com e sem deficiência.
Criador e conteudista dos sites www.bengalalegal.com e www.acessibilidadelegal.com.

Wellington Alves de Lima:
Wellington Alves de Lima, formado em Processos Gerenciais pela faculdade Metodista de São Paulo e técnico em massoterapia pelo Instituto Oniki do Brasil, é diretor geral e fundador da OAPCE Qualidade de Vida no Trabalho.

Workshop – Acessibilidade nos grandes meios de comunicação.

Avenida Imperatriz Leopoldina, 550 Leopoldina – São Paulo – SP.
Faculdade de Mogi das Cruzes. Campus São Paulo – Villa Lobos.

Todo ano a UPA São Paulo organiza o World Usability Day – São Paulo. O tema deste ano é “Educação: Design para Mudança Social“.

Quando? 10 de novembro (quinta-feira), das 13h30 às 22h30.
Onde? Universidade Mogi das Cruzes (UMC) – Campus Villa Lobos. Av. Imperatriz Leopoldina, 550. Perto das Estações Ceasa e Imperatriz Leopoldina de trem.

O WUD São Paulo é gratuito. Além das palestras, promoveremos também workshops, que serão pagos (R$ 50,00). O valor ajuda a custear as despesas do evento e serve pra gente conseguir se organizar.

Programação:

13h30 Credenciamento dos Workshops;
14h00 às 17h00 Workshops (simultâneos):

  1. Acessibilidade nos grandes meios de comunicação – MAQ (Bengala Legal) e Wellington Alves (OAPCE).
  2. Programação para não programadores – Alexandre Freire (Locaweb / Des).(centro / IME-USP).
  3. Apreensibilidade das Informações Textuais – Stefan Martins (Poli-USP / UPA São Paulo).

18h00 Abertura noite.
UPA São Paulo
18h10 Palestra
Do automóvel à mobilidade
Fabricio Dore (Ideo / Itaú Unibanco).
19h10 Painel – Projetando para todos.
MAQ (BengalaLegal), Neivaldo Augusto Zovico (Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos)
20h30 Coffee-break (patrocinado pela Locaweb)
21h00 Palestra
Aumente o volume: som, marcas e mudança social
Noel Franus (Crispin Porter + Bogusky e Sonic ID)
22h30 Encerramento.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , , , .
MAQ às 11:57.
Post visitado 20740 vezes, 9 foram hoje.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011.

Proseando sobre sexualidade com Leandro Portella.

Um bate papo informal entre Adriana Lage e Leandro Portella sobre a sexualidade dos lesados medulares e as dificuldades encontradas por tetraplégicos.

Adriana Lage.

Considero a internet uma das maiores invenções da humanidade. A quebra das fronteiras físicas e culturais nos permite viajar por mundos bem diversos, conhecer pessoas novas, ter contato com novas realidades e compartilhar conhecimentos. Como tudo nessa vida, é preciso um cadinho de maldade e atenção para separar coisas boas das ruins, assim como pessoas relevantes daquelas que não acrescentarão nada à nossa existência. Tem muito lixo por aí. Em uma dessas viagens virtuais tive o prazer de conhecer melhor o Leandro Portella. Já conhecia seu blog e era fã da sua história. Ele ministrará um curso sobre a Sexualidade dos Lesados Medulares no final do mês. Como considero esse assunto bem interessante e ainda pouco divulgado, nós dois resolvemos fazer uma parceria transformando nosso bate papo informal em informação.

Imagem: Logomarca do site Ser Lesado.Leandro é uma daquelas pessoas que mexem com a gente. Tem 30 anos, é tetraplégico, trabalha com vendas e é blogueiro. Impossível ser indiferente a esse exemplo de superação. Afinal, não é pra qualquer um ter sua vida modificada da noite pro dia e tirar dessa experiência uma lição de vida. Já imaginaram o quanto deve ser difícil ser ‘andante’ e, num piscar de olhos, mover apenas dos ombros pra cima? Mas não vou exagerar muito nos elogios para que o moço não fique muito convencido! Vamos ao bate papo:

Adriana Lage: Há quanto tempo é deficiente? Como se tornou deficiente?

Leandro Portella: Há 12 anos, tive uma lesão medular por mergulho em água rasa.

A.L.: Há quanto tempo escreve? De onde surgiu a ideia para criar o blog Ser Lesado?

L.P.: Desde 2009, sempre tive vontade de ajudar outros lesados e o Blog foi o meio mais rápido e acessível.

A.L.: Fabiano Puhlman, em seu livro Revolução Sexual sobre Rodas, aborda brilhantemente a questão do tornar-se deficiente. Normalmente, a pessoa passa por algumas fases até aceitar a situação e continuar vivendo de forma plena. Como foi esse seu período de transição?

L.P.: Geralmente isso ocorre durante 1 ano, mas por ter uma lesão alta, foram 2 anos de luta e adaptação.

A.L.: Você tem comprometimento motor na C3. O que isso significa na prática? Quais suas principais limitações?

L.P.: Sou tetraplégico completo, só movimento dos ombros para cima e sou dependente do respirador para dormir! As dificuldades são inúmeras, mas ser dependente é o mais difícil.

A.L.: Quem te ajuda nas atividades do dia a dia? Possui cuidador? Se sim, quanto gasta com ele?

L.P.: Família e cuidador. O custo é alto e varia dependendo da cidade e do número de horas trabalhadas. Há 4 meses estou com Home Care pago pelo Estado. O processo demorou 1 ano. Quem se interessar eu passo o contato do advogado.

A.L.: As tecnologias assistivas têm facilitado bastante a vida das pessoas com deficiência. Quais delas você utiliza?

L.P.: Uso um comando de voz gratuito que se chama MOTRIX. Ele me dá total autonomia para utilizar o computador.

A.L.: Como as pessoas lidam com sua deficiência? Sofre preconceito? Se sim, cite alguns exemplos.

L.P.: Nunca sofri preconceito, acho que também pela minha postura diante a deficiência!

A.L.: Muitas pessoas desconhecem as limitações de um tetraplégico. Por exemplo, tem muita gente que pensa que todo cadeirante tem força nos braços. Eu mesma não imaginei que você digitava com a boca! Quais dicas você daria para as pessoas interagirem com um tetra que não mexe os braços, já que a falta de conhecimento leva ao preconceito?

L.P.: Apenas respeitar o limite do outro e na duvida é só perguntar para o Tetra!

A.L.: Sabemos que quando se trata de lesão medular, cada caso é um caso. Vivemos em uma sociedade machista na qual o poder fálico é bem valorizado. Os homens, independente da deficiência, morrem de medo de perder esse poder. Hoje em dia, temos várias técnicas que auxiliam os lesados medulares a recuperarem sua vida sexual. No final do mês, você ministrará, em Sorocaba/SP, um curso sobre a sexualidade dos lesados medulares. Poderia nos contar um pouquinho do que será visto no curso?

L.P.: O curso será dia 29/10/11 e abordará os temas: anatomia, aspectos clínicos e reabilitação da lesão medular, anatomia urogenital, cateterismo vesical, disfunção sexual, disfunção erétil e o depoimento da vida sexual de um tetraplégico. O curso terá certificado e valerá como hora extra curricular.

A.L.: Já que citou o cateterismo vesical, do que se trata? Como você lida com isso?

L.P.: É a passagem de sonda para esvaziar a bexiga; procedimento importante antes de ter relação sexual. Já adaptado, lido bem!

A.L.: Você enfrenta preconceitos para arrumar uma parceira? Como lida com sua sexualidade? É possível sentir/dar prazer?

L.P.: Algumas mulheres têm receio, medo, talvez por falta de informação. Lido super bem: aprendi a sentir prazer. É diferente, mas muito bom!

A.L.: Há um tempo atrás, quando voltei a acreditar em contos de fadas e estava me relacionando com um tetra C5, pesquisei sobre a viabilidade das relações sexuais entre pessoas com grande comprometimento físico. Pode ser um pouquinho mais complicado, mas querendo, pra tudo se dá um jeito. Afinal, não dizem por aí que nossa região mais erógena é o cérebro? Tudo passa por ele: tesão, amor, orgasmo… Quais posições sexuais você indicaria para alguém que deseja se relacionar com um tetra?

L.P.: Para o homem tetraplégico, não dá para variar muito: sempre com a parceira por cima. Em breve saberei novas, pois comprei o livro “Silla Sutra”…(risos)

A.L.: Homens com lesão medular podem ter filhos? É possível ter ereção? É possível controlá-la?

L.P.: É possível sim. Tenho ereção reflexa (que é dependente do estimulo tátil) e a ereção involuntária (que não controlo). Filho também é possível, mas como não ejaculo, precisarei de uma orientação médica para fazer a coleta do esperma. A ereção não controlo, porém a sintonia com parceira faz a relação ficar satisfatória “demais da conta” para ambos.

A.L.: Qual a primeira coisa que vem à sua cabeça quando pensa em:

A.L.: deficiência.
L.P.: Superação.

A.L.: sexo.
L.P.: cumplicidade.

A.L.: preconceito.
L.P.: inaceitável.

A.L.: Não é fácil ser deficiente em nosso país. Imagine então ser tetraplégico C3. Leandro, você é um grande exemplo para nós. Uma das características que mais admiro em você é sua disposição para o trabalho. Seu blog, com certeza, ajuda muitas outras pessoas com deficiência. Disseminando o conhecimento, você contribui de forma proativa para a minimização dos preconceitos. Qual mensagem deixaria para os leitores?

L.P.: Acho que essa frase diz tudo que penso: “Quando sua realidade muda, seus sonhos não precisam mudar.” (Johnnie Walker).

O curso a ser ministrado pelo Leandro será de grande valia para lesados medulares e seus pares. É sempre bom relembrar que conhecimento não ocupa espaço e, além de tudo, serve para quebrar preconceitos. Conversando com Leandro, podemos notar que a deficiência nunca é impedimento para uma vida sexual ativa e saudável. Pra tudo se dá um jeitinho. E isso vale para homens e mulheres.

Desejo ao Leandro, boa sorte no curso, muita saúde e força pra continuar brilhando por aí. Não se esqueça que me deve um conto e um autógrafo! E mais, não deixe de compartilhar com seus leitores as novidades e resultados do curso.

As inscrições para o curso Lesão Medular: Reabilitação e Sexualidade podem ser feitas no endereço: http://serlesado.com.br/?p=2990Site Externo. . Não deixem de conferir várias matérias legais no blog Ser Lesado (www.serlesado.com.brSite Externo.).

E não é só isso: quem curtir o blog Ser Lesado no facebookSite Externo. concorrerá a uma camiseta!

Fonte: Rede SACISite Externo.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Entrevistas.
Assuntos:  , , , , .
MAQ às 12:25.
Post visitado 26268 vezes, 7 foram hoje.

terça-feira, 6 de setembro de 2011.

VII Curso Profissionalizante de Massagem Serinidade do Toque.

Acontecerá em Setembro e outubro de 2011 o VII Curso Profissionalizante de Massagem do Projeto Serenidade do Toque, em comemoração dos 20 anos Laramara.

Inscrições abertas no curso para pessoas com deficiência visual, realizado por Cicero de Oliveira Mesquita e Alice Kuhl Rossi: massoterapia, quick massage e reflexologia podal.

Datas:26,28 e 30 de Setembro,
3, 5, 7, 10, 14 e 19 de Outubro,
Formatura dia 21 de Outubro.

Horários do curso: das 9h às 13h.
Formatura: das 10h às 15h.
Local: Fundação Laramara.
Rua Conselheiro Brotero, 338 – Barra Funda – SP
Fone: (11) 3660-6427.

Você e sua empresa podem participar deste projeto.
Mais informações: (11) 3253-5021.
www.serenidadedotoque.comSite Externo.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , .
MAQ às 15:11.
Post visitado 14747 vezes, 4 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (111 visitas)
  2. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (44 visitas)
  3. Luta por direitos mudou vida de irmãs anãs (21 visitas)
  4. Marta Gil (20 visitas)
  5. Isenção de pedágio da Linha Amarela para idosos e pessoas com deficiência. (20 visitas)
  6. AUDIFOTO – Novidade tecnológica para incluir pessoas com deficiência (19 visitas)
  7. Mineiros com deficiência reclamam por mais audiodescrição (19 visitas)
  8. GT W3C Acessibilidade (18 visitas)
  9. TST, CNJ e CSJT firmam compromisso para ampliar a acessibilidade ao PJe-JT (18 visitas)
  10. 7º FESTIVAL ASSIM VIVEMOS TERÁ 33 FILMES DE 20 PAÍSES EXIBIDOS NO CCBB (17 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker