Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, domingo, 21 de setembro de 2014 - 20:09.

 

Conteúdo principal.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014.

Acessibilidade não é privilégio, é direito

“Acessibilidade não é privilégio, é direito”, diz jornalista sobre audiodescrição na TV Folha.

Desde março, a jornalista Melina Cardoso se prepara para colocar em prática o aprendizado sobre acessibilidade em peças audiovisuais. Na última terça-feira (9/9), a TV Folha exibiu a primeira reportagem dela com audiodescrição e legendas, tendo como personagem o radialista Alberto Pereira, que conta a história do cão-guia Simon, que está próximo de se aposentar.

Na tarefa de ser os olhos do internauta, a repórter ressalta o apoio do veículo durante o processo de estudos na Universidade Federal de Juiz de Fora (MG). “A ideia é colocar em prática o que estou estudando, até porque é um direito das pessoas com deficiência ter acesso a notícias de forma clara, principalmente os vídeos da TV Folha, que são tão visuais, cheios de informações”, salienta Melina.

O projeto segue uma característica do jornal, que disponibilizou nos últimos dias um leitor de software para pessoas com deficiência visual nas matérias, a fim de facilitar a leitura de notícias veiculadas no portal do diário. O objetivo agora é trabalhar para conseguir oferecer a cada semana um vídeo acessível. “A acessibilidade não é um privilégio, ela é um direito”, afirma.

A jornalista procura compartilhar as experiências adquiridas ao longo do curso com os colegas de redação e a importância de tornar o material do canal acessível ganha espaço a cada dia. Com o sucesso da matéria sobre Simon, há mais uma motivação para manter a iniciativa. “Este recurso é algo muito recente”, diz a jornalista, que teve ajuda de uma professora nesta primeira reportagem.

“Existem termos que não podem ser usados na audiodescrição e formas de fazer um roteiro que necessita de uma supervisão”, destaca.

Como primeira lição, ela nos conta que a linguagem precisa se adaptar à audiodescrição, “que nada mais é do que narrar o que você está vendo”. “Só que evita adjetivos, pois a pessoa que está ouvindo chegará à conclusão se a cena é bonita, feia, legal ou chata”.

À IMPRENSA, Melina explica que o método não entrega a notícia “mastigada” para o telespectador. “Eu explico o que está passando na cena e a pessoa chega às suas próprias conclusões”, completa.

Para esta primeira pauta com audiodescrição, a jornalista aproveitou um tema sugerido durante a Copa, mas que estava na gaveta. Afinal, como ela mesmo diz, “nada mais justo do que colocar acessibilidade numa matéria, cujo personagem principal é uma pessoa com deficiência visual”..

Assista ao vídeo: http://mais.uol.com.br/view/15191386Site Externo..

Fonte: Portal ImprensaSite Externo..

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , .
Gil Porta às 18:09.
Post visitado 1389 vezes, 135 foram hoje.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014.

Sobre a cegueira

GISELLE FERREIRA.
Num quarto vazio e repleto de angústia, um homem recebe um livro. Já há algumas gerações em sua família é sabido que o livro provoca cegueira em seu leitor à medida que este avança as páginas. Sozinho e entregue, Eduardo Moscovis, 46, é o homem sem nome e sem história que compartilha, em espetáculo intimista, o processo da perda da visão e ganho de outras percepções.

Na foto: Eduardo Moscovis no palco.

Em sua estreia no formato monólogo, Moscovis assume a solidão em cena e comanda todos os artifícios de luz, som e cenário. Com direção de Christiane Jatahy, “O Livro” chega aos galpões da Funarte MG na próxima semana (de 3 a 7 de setembro), quatro anos após sua estreia no Rio.

No escuro se enxerga melhor o lado de dentro, constata o homem ao fim de seu martírio, mas durante o percurso de sua desesperadora leitura, a peça coloca a prova sua capacidade de aceitar seu próprio destino. Ele percorre as páginas tentando encontrar algum sentido para o lhe acontece, sabendo que será a última vez que poderá experimentar com os olhos o mundo em volta.

A princípio relutante em carregar sozinho o peso de um solo – para ele o formato soava um tanto quanto egocêntrico –, Moscovis topou a empreitada por ter se encantado com o texto do dramaturgo Newton Moreno e pela oportunidade de experimentar com a desconstrução do teatro tradicional que Christiane proporcionaria ao trabalho.

“Depois do contato com o texto, que gostei muito pela forma como é escrito, eu e Newton chegamos ao nome da Christiane, que tem essa proposta de investigação, de rompimento da quarta parede, do não-limite entre público e palco. Essa proximidade que a Chris propõe faz com que eu não me sinta sozinho ali”, conta Moscovis sobre a diretora, com quem já encenou “Corte Seco” (2010).

Também é do feitio de Christiane que haja uma confusão dos limites entre ator e personagem, vida real e fazer teatral, dentro e fora de campo. Por isso o personagem de Moscovis não tem identidade e por isso também os locais por onde a peça passa são escolhidos a dedo.
“Os lugares são sempre galpões, salas ou outros espaços em que o público meio que se misture e sinta de perto a encenação. É um exercício de proximidade e de confissão de uma intimidade. Eu recebo as pessoas e vou contando tudo pra elas”, explica o ator, lembrando do efeito de luz que simula projeções. “São jogos de iluminação. A gente escolhe os lugares também buscando a possibilidade de mostrar o exterior de onde estamos, seja através de uma janela ou de uma porta”, diz.

Nas telas.

Afastado das telenovelas por opção desde “Alma Gêmea”, de 2005, Moscovis se prepara para voltar às gravações da segunda temporada da série “Questão de Família”, do GNT, e para estrear o longa “O Outro Lado do Paraíso”. Dirigido por André Ristum, o filme tem previsão de lançamento para este segundo semestre e conta a história de uma família do interior de Minas Gerais que tenta a sorte em Brasília e vê seu sonho de prosperidade ser destruído com a tomada do poder pelos militares em 64. O filme inclui um conjunto de imagens até hoje inéditas da tomada do Rio e de Brasília pelas Forças Armadas entre os dias 31 de março e 1° de abril, rodadas pelo cinegrafista Jean Manzon (1915- 1990).

Serviço:
O Livro.
Com Eduardo Moscovis.
Dir. Christiane Jatahy.
Funarte MG (r. Januária, 68, Floresta, 3213-7112). De 3 a 7/9. Quarta, quinta e sexta às 21h, sábado às 19h e às 21h, domingo às 19h. R$ 20 (inteira).

Fonte: Jornal PampulhaSite Externo..

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , .
Gil Porta às 11:34.
Post visitado 1936 vezes, 129 foram hoje.

domingo, 31 de agosto de 2014.

Regulamento Geral de Acessibilidade em Telecomunicações está em consulta pública

A Anatel colocou à disposição da sociedade, para recebimento de comentários e sugestões, texto para discussão prévia sobre temas relevantes com vistas à construção do “Regulamento Geral de Acessibilidade”, por meio da Consulta Pública nº 31, de 21 de agosto de 2014Site Externo..

texto completoSite Externo. e o resumidoSite Externo. (com versão em libras e em áudioSite Externo.) do documento estão disponíveis na página da Agência na internet.

As manifestações fundamentadas e devidamente identificadas devem ser encaminhadas, preferencialmente, por meio do formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública, disponível no portal da Agência, até 24 horas do dia 8 de outubro de 2014.

Serão também consideradas as manifestações encaminhadas por carta, fax ou correspondência eletrônica recebidas até 18 horas do dia 7 de outubro de 2014 para:

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES.
SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E REGULAMENTAÇÃO – SPR.
CONSULTA PÚBLICA Nº 31, DE 21 DE AGOSTO DE 2014.
Discussão Prévia com a Sociedade sobre Temas Relevantes para Construção do Regulamento Geral de Acessibilidade.
Setor de Autarquias Sul – SAUS – Quadra 6, Bloco F, Térreo – Biblioteca – 70070-940 – Brasília – DF.
Fax. (61) 2312-2002.
Telefone: 133.
E-mail: pruv@anatel.gov.br.

As manifestações recebidas merecerão exame pela Anatel e permanecerão à disposição do público na Biblioteca da Agência. O extrato da Consulta Pública Anatel nº 31/2014Site Externo. foi publicado no Diário Oficial da União.

Documentos relacionados:

Texto completoSite Externo..

Texto resumidoSite Externo..

Versão em libras e em áudioSite Externo..

Fonte: Agência Nacional de TelecomunicaçõesSite Externo. e Blog da AudiodescriçãoSite Externo..

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , .
Gil Porta às 18:09.
Post visitado 794 vezes, 20 foram hoje.
Próximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Rayder Bragon. Do UOL, em Belo Horizonte. O médico e professor Vanderlei Corradini Lima, 53 anos, é portador da esclerose lateral amiotrófica (ELA), com sintomas diagnosticados em 2010. Mesmo tendo que conviver com as extremas limitações físicas impostas pela enfermidade, ele reencontrou a felicidade de continuar na profissão ao ser convidado para ministrar aulas na […]

 

“Acessibilidade não é privilégio, é direito”, diz jornalista sobre audiodescrição na TV Folha. Desde março, a jornalista Melina Cardoso se prepara para colocar em prática o aprendizado sobre acessibilidade em peças audiovisuais. Na última terça-feira (9/9), a TV Folha exibiu a primeira reportagem dela com audiodescrição e legendas, tendo como personagem o radialista Alberto Pereira, […]

 

GISELLE FERREIRA. Num quarto vazio e repleto de angústia, um homem recebe um livro. Já há algumas gerações em sua família é sabido que o livro provoca cegueira em seu leitor à medida que este avança as páginas. Sozinho e entregue, Eduardo Moscovis, 46, é o homem sem nome e sem história que compartilha, em […]

 

O W3C Brasil e o Comitê Gestor da Internet no Brasil lançam a terceira edição do Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web – todos@web. O sucesso das edições anteriores foi a força impulsionadora para dar continuidade nessa ação de promover e premiar ações em favor da acessibilidade na web. A participação é muito mais do […]

 

Data: 15 e 17 de setembro de 2014. Local: Av. Marquês de São Vicente, 235, auditório do 1º. Subsolo. Barra Funda – São Paulo/SP. O evento é gratuito e aberto ao público. É possível fazer inscrição para o dia 15 ou 17 de setembro e, também, para ambos os dias. Inscrições no link: ejud2.trtsp.jus.br. Recursos de […]

 

A Anatel colocou à disposição da sociedade, para recebimento de comentários e sugestões, texto para discussão prévia sobre temas relevantes com vistas à construção do “Regulamento Geral de Acessibilidade”, por meio da Consulta Pública nº 31, de 21 de agosto de 2014. O texto completo e o resumido (com versão em libras e em áudio) do documento estão disponíveis na página […]

 

TVs por assinatura aumentam o número de programas com audiodescrição para se adequar à legislação. Uma demanda do segmento dos cegos e das pessoas com deficiência visual consumidoras de TV por assinatura começa a ser atendida pelas empresas operadoras do setor. Vários programas de TV que já eram transmitidos com audiodescrição (AD) pelo sinal aberto, […]

 

A Educação Inclusiva avança no Brasil: Cursos, livros e palestras oferecem apoios na formação de professores. Otimista com o processo da Educação Inclusiva, o especialista na área e educador Emílio Figueira fala sobre o desenvolvimento e formação de professores na contribuição de uma educação para todos. Dados recentes da União Nacional dos Dirigentes Municipais de […]

 

Identificar letras e formar palavras e frases está se tornando realidade para 18 frequentadores da Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (Adeviudi). A oportunidade surgiu neste ano, durante o mês de maio, quando a Secretaria Municipal de Educação (SME) implantou o projeto “Construindo cidadania, resgatando possibilidades” e disponibilizou materiais pedagógicos e profissionais para as aulas […]

 

Terceira edição do prêmio Todos@Web reconhece iniciativas que favorecem a quebra de barreiras de acesso à web por pessoas com deficiência. Se você promove um trabalho de fomento e incentivo à acessibilidade na web no Brasil, ou fez um website que não cria barreiras de acesso para pessoas com deficiência, ou desenvolveu uma aplicação que […]

 

A reflexão abaixo é uma resposta do MAQ para o Ernesto Luiz Muniz Moreira, que na época (2012) era Presidente do CVI Floripa, dia 23 de junho de 2012. Essa resposta foi enviada para diversas listas de discussão, das quais MAQ era um participante ativo e muitas vezes polêmico. MAQ tinha recebido o Prêmio Web […]

 

Lançado em 2011 como forma de facilitar e agilizar o acesso à Justiça, o Processo Judicial Eletrônico (PJe) tem se mostrado um problema para as pessoas com deficiência, em especial os deficientes visuais. Ao invés de auxiliá-los a acessar a Justiça, usuários informam que a mudança trouxe novas dificuldades. O tema foi tratado em audiência […]

 

Sérgio é expert em tecnologia em uma multinacional. É casado, pai e cego. Já aconteceu de contar a algumas pessoas que tem uma filha e ouvir coisas do tipo: “Mas, como assim, tem uma filha? Como é que você fez?” Gilson, baixa visão, mora próximo a uma entidade assistencialista para cegos que nunca frequentou, passa […]

 

O site: “Perfil Social das Pessoas com deficiência no Brasil” foi desenvolvido com o objetivo de facilitar o acesso aos dados do último Censo Demográfico que se referem às pessoas com deficiência e/ou limitação funcional. Particularmente, destacam-se as informações de caráter regional, no agregado dos Estados e em cada um dos municípios, uma vez que […]

 

Marta Gil (*) Leitura é magia: num instante, sinais se transformam em letras, que formam palavras, que formam frases, que se tornam portais para terras exóticas, para o passado, o futuro ou mesmo o presente. Ela nos transporta ao tempo em que os bichos falavam, desvenda segredos da Natureza e abre as portas da Ciência, […]

 

Livros infantis do projeto Baú das Artes recebem recurso acessível de audiodescrição. A Editora Evoluir lançou recentemente o projeto, que distribui materiais paradidáticos para escolas municipais de Ensino Fundamental (EMEF). Entre eles, estão 20 livros que foram adaptados com o recurso acessível de audiodescrição. Diferencial que beneficia, especialmente, crianças com deficiência visual, baixa visão e […]

 

DIA 17 DE JULHO ÀS 19h – LANÇAMENTO DO LIVRO: Metodologia para Diagnóstico de Acessibilidade em Centros Urbanos: Análise da área Central da Cidade do Rio de Janeiro. Autores: Cristiane Rose de S. Duarte, Regina Cohen, Alice de Barros H. Brasileiro e Osvaldo Luiz de Souza Silva O livro será lançado também em versão falada […]

 

Feito com um iPhone 4S, o ‘gadget’ confere níveis de insulina a cada cinco minutos. O sistema consiste em um smartphone ligado a um monitor de glucose e bombas que fornecem insulina e glucagon. BOSTON, EUA. Um pâncreas artificial portátil, construído a partir de um iPhone modificado, regulou com sucesso os níveis de açúcar no […]

 

Pessoas com deficiência visual presentes na partida entre Suíça e Equador viveram momentos inesquecíveis, na inauguração do sistema de audiodescrição no estádio. A audiodescrição pode ser acessada por meio de frequências de rádio. Quem quiser ouvir, deve levar um aparelho portátil de rádio ou telefone celular com receptor FM, além de fones de ouvido. O […]

 

Chamada Pública vai financiar implementação de tecnologias de audiodescrição e legenda oculta. A RioFilme lançou nesta quarta-feira, dia 4 de junho, o programa Cinema Acessível RioFilme, voltado aos exibidores cinematográficos. O edital disponibiliza 200 mil reais para investimento em dez complexos de exibição para a instalação de ferramentas de audiodescrição e legendas ocultas que promovam […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. Deficiente visual tem isenção de ICMS na aquisição de veículo zero quilômetro. (157 visitas)
  2. Acessibilidade não é privilégio, é direito (135 visitas)
  3. O que é Inclusão Escolar? (135 visitas)
  4. Ele só pode piscar os olhos e, ainda assim, dá aulas na UFJF (129 visitas)
  5. Sobre a cegueira (129 visitas)
  6. Marta Gil (74 visitas)
  7. A Educação Inclusiva avança no Brasil (34 visitas)
  8. Evento MODIFICANDO ATITUDES (32 visitas)
  9. Reflexão sobre o que falta e a mudança de mentalidade (32 visitas)
  10. Projeto Acessibilidade em Bibliotecas Públicas (31 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker