Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, segunda-feira, 26 de setembro de 2016 - 05:14.

 

Conteúdo principal.

domingo, 7 de novembro de 2010.

Audiodescrição: o filme Saneamento Básico será exibido dia 9/11.

Com o recurso de audiodescrição, o filme Saneamento Básico, de Jorge Furtado, será exibido dia 9/11 (terça-feira) às 19 horas, no Santander Cultural. O diretor acompanhará a projeção e participará de um bate-papo com a plateia no final da sessão, que tem entrada franca. O público receberá também a sinopse da obra em braile, uma iniciativa do Instituto Vivo.

A iniciativa integra a programação da 56ª Feira do Livro de Porto Alegre. A atividade inclusiva na programação da feira com o recurso de audiodescrição gravada no filme foi elaborada pelo grupo de profissionais formados pelo Curso Vivo de Audiodescrição, realizado pelo Instituto Vivo nos meses de junho e julho, sob coordenação de Lívia Motta, doutora em Línguística Aplicada e Estudos da Linguagem.
A audiodescrição é um recurso de acessibilidade que amplia o entendimento das pessoas com deficiência visual por meio de informação sonora, transformando o visual em verbal.

Essa é a terceira exibição do filme com audiodescrição. A primeira ocorreu em 2007, quando o Instituto Vivo realizou sessão inclusiva no Festival de Cinema de Gramado, com audiodescrição ao vivo, contando com o recurso de uma cabine e fones de ouvido (mesmo equipamento de tradução simultânea). Em 2010, o grupo formado pelo Curso Vivo de Audiodescrição elaborou a versão com descrição gravada, que foi lançada durante a Semana da Pessoa com Deficiência. A audiodescrição foi incorporada digitalmente ao filme, um trabalho realizado em parceria entre Instituto Vivo, Habanero e Casa de Cinema.

Assistam em Porto Alegre.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , , , , .
MAQ às 23:39.
Post visitado 15352 vezes, 1 foram hoje.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010.

Refletindo sobre a formação de público de pessoas com deficiência

Visitação do público com deficiência é escassa e, com isso, luta pela acessibilidade deixa de ser incentivada.

Paulo Romeu Site Externo.

Alguns dias atrás, a Rede SACI publicou um artigo de Renata Andrade intitulado Visitação do público deficiente é escassa e, com isso, luta pela acessibilidade deixa de ser incentivada.

Neste artigo, Renata incentiva a organização de grupos de pessoas com deficiência para a visitação da Mostra Paralelas 2010 e do Museu de Arte Sacra, de modo a fazer que os produtores destes eventos sintam-se reconhecidos pelos os investimentos que realizaram para tornar estes espaços acessíveis e motivados para repetí-los em outros eventos.

Analisando a questão pelo ângulo dos produtores culturais, a Renata não deixa de ter razão, especialmente quando diz que vivemos novos tempos, mas existem outros ângulos que também precisam ser analisados.

Os ônibus precisam ter piso baixo ou plataformas elevatórias mesmo que passem semanas sem conduzir qualquer deficiente físico; todas as calçadas precisam ser rebaixadas mesmo que qualquer pessoa com deficiência jamais passe por alí; todas as ruas precisam ter linhas-guia e semáforos sonoros, não somente os locais próximos de hospitais, clínicas ou instituições especializadas na prestação de serviços para pessoas cegas; todos os serviços públicos precisam ter funcionários treinados na língua de sinais para atendimento das pessoas surdas; todas as escolas precisam ter currículos adaptados, professores e demais funcionários capacitados para receber alunos com todos os tipos de deficiência. Da mesma forma, todos os espaços culturais, publicos ou privados, precisam contar com audiodescrição, folhetos em braile, legendas, tradução para LIBRAS e arquitetura acessível. Estas são obrigações do poder público e da sociedade, e um direito das pessoas com deficiência.

Especificamente em relação aos eventos culturais realizados em cinemas, teatros, auditórios para a realização de palestras, exposições permanentes ou temporárias, os administradores públicos e os produtores culturais precisam compreender que as pessoas com deficiência sempre foram apartadas destes espaços, e que a formação de público, de qualquer tipo de pessoas, não é algo que vai acontecer do dia para a noite. Somente com a disponibilidade permanente de acessibilidade plena nestes locais é que as pessoas com deficiência passarão a frequentá-los regularmente.

Portanto, precisamos sim organizar grupos que incentivem as pessoas com deficiência a frequentarem estes locais, como têm feito o Movimento Livre e os Amigos Prá Valer nos eventos com audiodescrição, mas o objetivo destes grupos não pode ser o de simplesmente satisfazer egos e justificar investimentos em acessibilidade. O objetivo primordial dos grupos deve ser o de promover o enriquecimento cultural das pessoas com deficiência, pois só assim passarão a apreciar visitas a museus, teatros, cinemas, etc, até que, depois de alguns anos, sintam-se motivados a visitá-los por iniciativa própria.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010.

Programação do Encontro Interinstitucional de Pesquisa: Exercícios de Ver e Não Ver.

Instituições envolvidas: UFF, UFRJ, UFPB, IBC.

Dia 6 de outubro: 11:00h – 13:00h.
Lançamento do livro: Exercícios de Ver e não Ver: arte e pesquisa com pessoas com deficiência visual, organizado por Marcia Moraes e Virginia Kastrup, publicado pela editora Nau/Faperj.
Palestra de Joana Belarmino (UFPb).
Local: Instituto Benjamin Constant, Auditório Maestro Gurgulino de Souza, segundo andar.

Dia 6 de outubro: 14:30h às 18:00h.
Local: sala de pesquisa no IBC. Reunião de pesquisa, com os seguintes trabalhos a serem debatidos:

  • Arte e acessibilidade: Audiodescrição – Apresentação: Jessica David e Felipe (UFRJ).
  • Arte e acessibilidade: A exposição de Helio Oiticica no MAM/RJ – Apresentação: Camila Araujo Alves (UFF), Virginia Menezes (UFRJ), Juliana Quaresma (UFRJ).

Dia 7 de outubro: 9:00h às 13:00h.
Local: sala de pesquisa no IBC. Reunião de pesquisa, com os seguintes trabalhos a serem debatidos:

  • Arte e deficiência visual: Oficina de fotografia com pessoas com deficiência visual. Apresentação: Willy Heyter (UFRJ);
  • Impasses e desafios da tese de doutorado – corpo e deficiência visual? Apresentação: Laura Pozzana (UFRJ);
  • Verbalismo e imagem mental: questões sobre cognição e deficiência visual. Apresentação: Virginia Kastrup (UFRJ);

Dia 7 de outubro à tarde: Visita à exposição do Helio Oiticica no Paço Imperial e na Casa França Brasil.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Eventos.
Assuntos:  , , , , , , , , .
MAQ às 0:06.
Post visitado 22727 vezes, 2 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (15 visitas)
  2. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (11 visitas)
  3. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (9 visitas)
  4. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (9 visitas)
  5. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (7 visitas)
  6. Hotel investe para atender pessoas com deficiência (7 visitas)
  7. Sobre o Programa Especial - TV Brasil. (5 visitas)
  8. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (5 visitas)
  9. II Encontro Nacional de Mergulho Adaptado. (5 visitas)
  10. Cego quer fazer Pornô. (5 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker