Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, segunda-feira, 26 de setembro de 2016 - 10:15.

 

Conteúdo principal.

sábado, 17 de abril de 2010.

Novos ônibus em Belo Horizonte com acessibilidade seguem as normas da ABNT.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Marketing da BHTRANS.

Ventiladores, assento para obesos e vidros escuros são alguns dos itens que integram a frota, conforme as normas da ABNT.

Ônibus com ventiladores, assento para obesos, vidros escuros originais de fábrica e piso antiderrapante. Esses são alguns dos itens que já podem ser vistos e utilizados pelos usuários de 644 veículos, correspondendo a 1/4 da frota do Sistema de Transporte Público de Belo Horizonte.

O assento para obesos é apresentado em um banco inteiriço, sem divisões, com estofado, encosto para cabeça e localizado no salão dianteiro. Na cor amarela, como os demais espaços reservados, o assento apresenta na sua lateral o adesivo que identifica o público alvo: obesos, gestantes, pessoas com bebês ou crianças de colo e pessoas com deficiência. Para melhorar ainda mais a acessibilidade, o piso dos coletivos é antiderrapante e o balaustre (tubo onde o usuário se apóia com a mão) é tátil, possuindo frisos que facilitam a identificação para as pessoas com deficiência visual.

Outro item que compõe a melhoria da acessibilidade são os novos elevadores para o cadeirante com acionamento simplificado e que também permitirão o embarque e desembarque de usuários com mobilidade reduzida. Eles disparam luzes internas e externas para alertar usuários e motoristas sobre o acesso da pessoa com deficiência no ônibus, oferecendo mais segurança no embarque e desembarque do usuário.

Um ventilador para o motorista e pelo menos três ventiladores afixados no teto do ônibus e que também podem funcionar como exaustores oferecem mais alívio nas viagens dos dias quentes. Também as janelas ficaram mais arejadas: a sua parte inferior era inteiriça e, agora, em muitos veículos, conta com abertura de até 20 cm. Vidros escuros originais de fábrica em boa parte dos novos veículos ajudam a amenizar o calor. As lixeiras estão mais próximas das portas e os botões de acionamento da campainha foram instalados em todos os balaustres, permitindo que o usuário os acione com maior facilidade.

Já os letreiros eletrônicos, que identificam o número e o nome da linha, utilizam leds nas cores amarelo âmbar ou branco, mais visível para os passageiros. Duas tarjas coloridas afixadas no pára-brisa ajudam usuários com baixa visão a identificar o itinerário da linha. Por exemplo, na linha 8203 (Renascença/Buritis) as tarjas são azuis e amarelas. Azul indica que o ônibus circula pela Rua Padre Eustáquio e amarelo pela Avenida Amazonas e Via Expressa. “Aos poucos os usuários vão associando as cores aos itinerários das linhas que mais utilizam.

“Os usuários aprovaram as novidades. A orientação na empresa é para usar o ventilador. Já recebi também elogios sobre os novos bancos reservados para os deficientes e obesos”, conta Alexandre Carvalho, motorista da linha 8203 (Renascença/Buritis). Na empresa onde trabalha, a Rodopass do Consórcio Dom Pedro II, 122 veículos já estão circulando com os itens especificados acima.

Os novos ônibus se enquadram nas especificações determinadas pela BHTRANS e seguem à risca as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT. “Todas as medidas visam oferecer mais conforto e segurança para os usuários e operadores”, explica Rodrigo Pimenta, supervisor de Inspeção Veicular da BHTRANS.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Notícias.
Assuntos:  , , , , , , .
MAQ às 17:32.
Post visitado 23534 vezes, 5 foram hoje.

3 Comments | Deixe seu comentário.

  1. Comment by MARCOS NASCIMENTO — 9 de setembro de 2010 às 15:53

    O Papel aceita tudo e agora o papel eletrônico (e-mail, internet) aceita tudo! então eu pergunto: porquê a frota de 2816 ônibus que prometia-se que seria aumentada para 3040 ônibus não está rodando nas 42 empresas que estão ESCONDIDAS dentro de apenas 4 consórcios? Aliás, porquê o NOME DA EMPRESA nem é colocado na carroceria dos ônibus e sim só o nome do Consórcio? e porquê colocar a inscrição desnecessária BHTRANS + Prefeitura de Belo Horizonte na lateral de todos os ônibus se até os analfabetos sabem que BH é a cidade onde eles moram e BHTRANS é o órgão da prefeitura? Por acaso a prefeitura gosta de fazer propaganda com chapéu alheio? Se for isso ela mesma vai se quebrar pois o transporte de BH é péssimo! Convido a qualquer jornalista, político sério, juiz ou autoridade competente a passear comigo 1 dia inteiro pelas ruas de BH e vou provar A+B o lixo de transporte que o pobre povo mineiro é condenado a usar todo dia. (Ainda bem que não estou morando mais nesta cidade) Mas eu faço questão de acompanhar quem desejar a percorrer comigo pelas ruas e avenidas de BH as linhas de ônibus dessa metrópole que faz pouco caso dos seus cidadãos e além de oferecer péssimo serviço nos transportes talvez o faça em outras áreas como a saúde! Minha crítica não é contra a administração atual de BH, mas sim com toda esta estrutura política desde 1993 que condenou o mineiro a fazer longas e cansativas esperas pelo seu ônibus que nunca vem e quando chega já vem superlotado. É capaz do transporte metropolitano estar hoje melhor do que o transporte ofertado pela Prefeitura através de uma incapaz fiscalização burocrática da BHTRANS infestada de tecnocratas que não sabem nem qual é o sistema de numeração que cada empresa urbana utiliza. Aliás, tal sistema já foi feito com o propósito até mesmo de DIFICULTAR a fiscalização pois o prefixo do ônibus é pintado em TAMANHO MUITO PEQUENO e é por isso que os motoristas adoram não parar o ônibus no ponto (mesmo estando não muito lotado), simplesmente porquê não dá p/ ler o prefixo. Logo o usuário apenas reclama do número da linha, só que na linha tem 5, 10 , 15 ônibus diferemtes.Legal né?
    marcos.nascimento98@yahoo.com.br

  2. Comment by MAQ — 10 de setembro de 2010 às 0:08

    Oi amigo.

    Esse site é de assuntos de pessoas com deficiência e o ônibus apresentado, tenham poucos ou não, estão dentro das normas da ABNT. e, em algum momento, vão ajudar a pessoas com deficiência. Existem cidades mais populosas que a capital mineira que não possuem ônibus tão acessíveis. Falar mal não adianta, adianta apoiar as boas iniciativas e o exemplo foi muito bom.

    Atenciosamente, MAQ.

  3. Comment by Jairo — 28 de dezembro de 2011 às 9:26

    Até a algum tempo atrás era obrigatória a compra de onibus piso baixo motor traseiro que não só facilitavam às pessoas com deficiencia mas também obesos e idosos ou seja a todos em geral.Como os veiculos eram mais caros que esses “onibus” preferiram trocar.O transporte ficou prejudicado pois esses “onibus” tem motor dianteiro e suspensão dura tornando a viagem um sacrificio para todos os usuários principalmente para os motoristas que tem que aguentar o barulho e o calor do motor do seu lado alí o dia inteiro.O conluio da BHtrans com as empresas de transporte é visível pois tudo que é feito beneficia mais as empresas do que os usuários em geral.Precisamos mudar isso mobilizando a todos os usuários do sistema pois senão nada será feito em prol de um transporte de qualidade e com isso a diminuição de veículos particulares nas ruas.

RSS feed for comments on this post. | TrackBack URL

Por favor, preencha todos os campos.


Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (58 visitas)
  2. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (17 visitas)
  3. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (14 visitas)
  4. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (13 visitas)
  5. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (11 visitas)
  6. Casal cria ONG que incentiva adotar crianças com deficiência (11 visitas)
  7. Bicicleta Especial Auxilia Pessoas com Deficiencia Visual. (11 visitas)
  8. Pessoa com necessidades especiais tem direito a passe livre de avião (10 visitas)
  9. Ampliada a isenção do ICMS para pessoas com deficiência (10 visitas)
  10. Setores analisam trabalho pela educação inclusiva em Juiz de Fora (9 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker