Conteúdo principal | Últimos 20 posts | Posts por assunto | Bengala Legal

Blog do Bengala Legal.

Rio de Janeiro, sábado, 10 de dezembro de 2016 - 22:17.

 

Conteúdo principal.

quarta-feira, 13 de maio de 2009.

Minha Casa, Minha Vida Inacessíveis.

Pessoal,

Olha mais uma coisa para ficarmos alertas e discutirmos com quem de direito.

O programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo federal, vai construir um milhão de casas para a população de baixa renda.

http://www.minhacasaminhavida.gov.br/.Site Externo..

Nenhuma – repito – nenhuma dessas casas tem acessibilidade e muito menos segue o Desenho Universal.

Podem também ver na MEDIDA PROVISÓRIA Nº 459, DE 25 DE MARÇO DE 2009.

http://www.planalto.gov.br/ccivil/_Ato2007-2010/2009/Mpv/459.htm.Site Externo..

Ou seja: muitas pessoas com deficiência, que provavelmente participarão do Programa, terão que continuar tomando “banho de pano na sala”…ou fazer um sacrifício ainda maior para pagar a casa e a reforma para torná-la acessível…

Precisamos convercer o governo federal a participar da campanha de Acessibilidade…

Um abraço,

Fábio Adiron.
Inclusão : ampla, geral e irrestrita.
http://xiitadainclusao.blogspot.com/.Site Externo..

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Pessoas com Deficiência.
Assuntos:  , , .
MAQ às 12:31.
Post visitado 11205 vezes, 4 foram hoje.

sábado, 9 de maio de 2009.

Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência ratificada em Portugal.

Lista Acessibilidade – Yahoo Groups.

Foi ontem ratificada pela Assembleia da República Portuguesa a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e o respectivo Protocolo Opcional, aguardando-se agora a sua Publicação em “Diário da República”.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência representa um importante instrumento legal que proíbe a discriminação contra as pessoas com deficiência/incapacidade em todas as áreas da vida, inclui provisões específicas relacionadas com a reabilitação e habilitação, educação, saúde, acesso à informação, serviços públicos entre outras, e vem preencher uma lacuna nas normas internacionais de direitos humanos existentes.

Ainda que este documento não obrigue aos países a adopção de medidas que não possam suportar financeiramente, exige, no entanto, que trabalhem com o objectivo de adoptar progressivamente iniciativas que permitam às pessoas com deficiência alcançar uma maior autonomia pessoal e uma melhor qualidade de vida.

Neste sentido, a Convenção salvaguarda a integridade, liberdade e privacidade das pessoas com deficiência, garantindo a integridade dos seus direitos sociais, políticos, económicos e culturais e salvaguardando os seus direitos específicos no que se refere à acessibilidade, autonomia, mobilidade, integração, habilitação e reabilitação, participação na sociedade e acesso a todos os bens e serviços.

A par da responsabilização de toda a sociedade, governos e sociedade civil, no combate à discriminação das pessoas com deficiência, é instituído um sistema de monitorização internacional da aplicação da Convenção, através do qual o Comité dos Direitos das Pessoas com Deficiência, criado pela Convenção e composto por peritos independentes, analisará os progressos verificados a nível nacional, com base em relatórios nacionais apresentados pelos Estados Parte.

Sistema de monitorização este que consta do Protocolo Opcional à Convenção, que tem cariz facultativo.

Portugal participou do processo de negociação da referida “Convenção”, bem como do “Protocolo Opcional”, e assegurou sempre que o articulado estivesse de acordo com as normas e princípios gerais de direito, nacionais, europeus e internacionais, que são parte integrante da ordem jurídica interna.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Pessoas com Deficiência.
Assuntos:  , , , .
MAQ às 11:59.
Post visitado 13596 vezes, 3 foram hoje.

quarta-feira, 29 de abril de 2009.

Como fazer leitura labial num aeroporto onde todos usam máscaras contra a gripe suína.

Surdos Usuários da Língua Portuguesa.Site Externo.
Sônia M. Ramires de Almeida.

Dia 28 de abril de 2009: chego ao Aeroporto de Ezeiza, Argentina e noto um batalhão de fotógrafos, cinegrafistas e repórteres de todos os meios de comunicação, imagino que não será pela minha presença, afinal não divulguei que iria viajar. Desconfiei que era a tal de gripe porcina, suina ou como quer que se chame… a maioria das pessoas principalmente quem trabalha no aeroporto usava máscaras protetoras, lá se diz “barbillo”.

Até então eu tinha visto nos jornais e TV mas no aeroporto percebi que o problema distante também era meu problema, até esse momento não havia pensado em usar máscara, mas acabei evitando até comer por lá e fiquei esperando numa área ao ar livre observando os repórteres.

Resolvi fotografar algumas pessoas, e pedia autorização aos fotografados explicando que era surda, fazia leitura labial para complementar o aparelho auditivo e que o uso de máscaras desse tipo atrapalhavam minha comunicação ao pedir informações. A maioria das pessoas com quem falei eram funcionários de empresas que haviam orientado e fornecido o uso de máscaras. Mas ao saberem que eu era surda muitos se ofereceram para tirar a máscara ao falar comigo.

Por isso sempre digo que é importante numa situação em que precisamos nos comunicar, explicar nossa deficiência e que num caso como esse a comunicação escrita pode ajudar e muito se o uso de máscaras for indispensável como num hospital ou consultório dentário por exemplo. Eu quando vou ao dentista peço para ele me explicar tudo antes de colocar a máscara para começar o tratamento porque se ele falar mascarado e com o ruído dos equipamentos não vou entender nada.

Como já disse, não tive problemas no embarque porque pedi para falar mais alto e entendi bem e fui gentilmente atendida e se fosse necessário tirariam a máscara para falar comigo. Os avisos de partida, portões, horários etc estão em painéis luminosos o que facilita bastante para os surdos, não reparei na acessibilidade para outro tipo de deficiência.

Mas no meu avião iriam embarcar três pessoas em cadeiras de rodas e uma senhora com bebê. Pela lógica, boa educação e também pelas regras eu me coloquei na fila depois dessas pessoas e não é que outros apressadinhos tentavam furar fila e passar diante dos cadeirantes e da mamãe com bebê? Por sorte os funcionários fizeram com que esses passageiros cadeirantes passassem antes, mas para isso tiveram que afastar o amontoado de mal educados…

Os filminhos oferecidos tipo documentários todos tinham legendas em português além dos fones de ouvido, pude passar meu tempo de viagem numa boa. Mas as mensagens do piloto e tripulação são emitidos por sistema sonoro e eu nunca entendo direito…seria bom que colocassem as mensagens por escrito nas telinhas mas, para isso, teriam que ter a bordo alguém que as digitasse porque são informações sobre tempo, temperatura, duração da viagem, zona de turbulência. Mas as mensagens padrão como proibido usar celular, proibido fumar, apertar o cinto, etc poderiam ser previamente legendadas.

Facebook.Compartilhar no Facebook.

Twitter.Publicar no Twitter.

Arquivado em: Pessoas com Deficiência.
Assuntos:  , , , , .
MAQ às 18:28.
Post visitado 16250 vezes, 16 foram hoje.
« Posts mais novosPróximos Posts »

Últimos 20 posts publicados.

Saltar resumo e ir para "ESCOLHA POR ASSUNTO".

Projeto “Emoti Sounds” é plug-in que permite que deficientes visuais tenham uma experiência emotiva na leitura dos emoticons O Festival Internacional de Criatividade de Cannes divulga o seu primeiro shortlist. O projeto “Emoti Sounds”, da Artplan para Tim Live, é o único brasileiro entre os 39 selecionados pelo júri de Innovation Lions e concorre na […]

 

Descrição da imagem: Cena do documentário “Boa Noite, Solidão”: Geneton Moraes Neto entrevista o sertanejo Ginaldo José da Silva. O documentário será transmitido pela GloboNews neste sábado. O documentário “Boa noite, Solidão” será exibido pela GloboNews neste sábado, dia 16, às 21h05 e será o primeiro programa da emissora a contar com o recurso da […]

 

Tecnologia está sendo desenvolvida em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. Elisabete Barbosa é uma das primeiras pessoas a fazer uso do Via Voz (Foto: Globo). Imagine um GPS dentro de uma biblioteca. Em vez de ruas, ele mostra os caminhos entre as prateleiras. Parece coisa do futuro, mas essa tecnologia já existe e serve […]

 

Há mais de 20 anos que a fundação beneficente “Livros Ilustrados para Crianças Cegas” publica e oferece livros com páginas musicais a crianças com deficiência visual. Entre as obras estão contos tradicionais russos e estrangeiros. Foto: Fundação de beneficência “Livros Ilustrados para Crianças Cegas Pequenas”. “Os nossos livros ajudam a criar situações em que uma […]

 

O tradutor Libras em Software Livre (VLibras) versão mobile já está disponível para ser baixado e vai ampliar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos meios digitais. O conjunto de aplicativos faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais. Os softwares desenvolvidos pelo Ministério do […]

 

A área de negócios sociais Soluções em Acessibilidade, da Fundação Dorina Nowill para Cegos, lança com exclusividade o aplicativo AudiFoto. A novidade é mais uma tecnologia direcionada às empresas que desejam participar da inclusão de pessoas com deficiência em museus, exposições e locais em que as imagens são peças fundamentais para a experiência dos visitantes. […]

 

Em São Paulo, no Centro Cultural Banco do Brasil Desde 2003, o Assim Vivemos tem sua programação totalmente acessível para pessoas com deficiência visual e auditiva. Audiodescrição e legendas em português (LSE) em todas as sessões, catálogo em Braille e Interpretação em LIBRAS nos debates. No CCBB, todos os ambientes têm acesso para pessoas com […]

 

“Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência” chega a sua 7ª edição em 2015 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro (de 5 a 17 de agosto), de São Paulo (23 de setembro a 5 de outubro) e de Brasília (de 2 a 14 de março de 2016), trazendo 33 […]

 

Neste sábado, 01 de agosto, estreia mais uma peça da Oficina dos Menestréis. O trabalho deles é maravilhoso e super alto astral. Recomendo. O elenco é inclusivo: Atores e atrizes com e sem deficiência. Com audiodescrição no dia 09 e Libras no dia 16. Sobre a peça: Aldeia dos Ventos é um musical de Oswaldo […]

 

Para grande parte da população a tecnologia facilita. Para pessoas com deficiência visual a tecnologia possibilita. O projeto F123 é um software inovador, de baixo custo e alta eficiência, que possibilita o acesso à educação e à informação, favorecendo oportunidades de trabalho e a utilização de tecnologias por pessoas com deficiência visual. O F123 permite […]

 

A Fundação Dorina Nowill para Cegos tem uma nova versão para o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa em formato digital acessível Daisy – Digital Accessible Information System. O Instituto Helena Florisbal foi o parceiro para a viabilização deste projeto, que conta com a produção e disponibilização de cinco mil dicionários em português com as novas […]

 

Dança no MIS e Unlimited apresentam: MARC BREW, bailarino e coreógrafo da Escócia, na performance REMEMBER WHEN e uma residência (processo criativo aberto ao público) junto à bailarina brasileira Gisele Calazans. As atividades fazem parte do programa mensal: Dança no MIS, com curadoria de Natalia Mallo, que convida coreógrafos a escolher uma área do Museu […]

 

A ANCINE colocou em Consulta Pública, até o dia 08 de julho, Notícia Regulatória e Relatório de Análise de Impacto – AIR que discutem a implementação de ações para regulamentar a promoção da acessibilidade em salas de cinema, com disponibilização de recursos de legendagem descritiva, LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais e audiodescrição que possibilitem […]

 

Está chegando ao fim o curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em parceria com a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNPD). Em iniciativa inédita, foi possível viabilizar o primeiro curso sobre esta temática a nível de especialização no Brasil, com o principal […]

 

MARIA LUÍSA BARSANELLI. De SÃO PAULO. Em um cantinho ao lado do palco, Rafaella Sessenta, 32, alonga braços e pernas. Posiciona-se frente a uma câmera e aguarda a largada: o início de um show em tributo a Michael Jackson, realizado no domingo (31/5) em São Paulo. Rafaella é tradutora de libras (Língua Brasileira de Sinais) […]

 

O curso de Especialização em Audiodescrição promovido pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), abrirá uma segunda turma ainda este ano. Estão previstas 100 vagas a partir do segundo semestre. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para promover a […]

 

A AFB (American Foundation for the Blind, ou Fundação Americana para Cegos) anunciou nesta semana os nomes dos quatro homenageados que receberão o prestigioso prêmio Helen Keller na noite do dia 18 de junho, em Nova York (Estados Unidos). Estamos homenageando as realizações de indivíduos e empresas pelo sucesso na melhoria da qualidade de vida […]

 

Estão abertas as inscrições para o 7º Assim Vivemos – Festival Internacional de Filmes Sobre Deficiência. Ficha de inscrição e regulamento, acesse: www.assimvivemos.com.br Em 2015, o Festival Assim Vivemos chega à sua 7ª edição. É com enorme alegria que iniciamos mais uma busca pelos melhores filmes produzidos no mundo sobre o tema da pessoa com […]

 

A diretora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações do TRT5 (Setic), Cláudia Jorge, participou da primeira reunião da Comissão Permanente de Acessibilidade do sistema Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) em 2015, na última terça-feira (14/4). A comissão tem como objetivo principal propor medidas para facilitar o acesso de pessoas com […]

 

É hora de deixar de observar apenas a obrigação legal da contratação de pessoas com deficiência física e analisar os ganhos econômicos e sociais da inclusão Silvia Torikachvili. Observando os exemplos mencionados ao longo da reportagem, percebe-se que, quando as empresas decidirem contratar talentos em lugar de deficiências, elas entrarão para o melhor dos mundos. […]

 

 

 

Os posts mais visitados hoje.

  1. O que é Inclusão Escolar? (94 visitas)
  2. Dúvidas sobre a aposentadoria especial para pessoa com deficiência (55 visitas)
  3. Cannes: case de Artplan e Tim é único finalista do Brasil em Innovation (41 visitas)
  4. GLOBONEWS LARGA NA FRENTE E ESTREIA AUDIODESCRIÇÃO (39 visitas)
  5. Aplicativo serve como guia auditivo para pessoas com deficiência visual (37 visitas)
  6. Isenção de pedágio da Linha Amarela para idosos e pessoas com deficiência. (25 visitas)
  7. Oficina “De Olho no Braille” e Workshop de Livro Acessível/audiodescrição. (24 visitas)
  8. Pós-graduação em audiodescrição na UFJF (24 visitas)
  9. Marta Gil (23 visitas)
  10. Tecnologia para ouvir (23 visitas)
Bengala Legal.

eXTReMe Tracker